A participação mais incrível de Deadpool 2 recebeu apenas US$ 1.000 e um café

Um café e quase US$ 1.000. Foi isso o que recebeu a mais expressiva participação especial de Deadpool 2.

A partir de agora, SPOILER!

 

 

Uma das melhores piadas do filme foi com a X-Force, especialmente com Vanisher que, na teoria, é um homem invisível. Invisível… e mudo, já que ele não falou nada, e até chegamos a pensar que nada tem ali.

Quando a X-Force salta do avião, Deadpool pega a mochila e lança a mesma no vazio. A mochila sai voando pelos ares, e a piada do ‘não tem nada ali’ ganha corpo com a inesperada morte do personagem, revelando o ator que está por trás dele: Brad Pitt.

 

 

Pitt aceitou fazer a participação pelo salário mínimo estabelecido pelo Sindicato dos Atores, ou seja, US$ 933 e US$ 956 (o aumento se explica pelo período em que as filmagens aconteceram, entre junho e outubro de 2017).

O mais chamativo da notícia foi o copo de café, com instruções bem específicas. Ele rodou a cena em 30 minutos, mas pediu um café da Starbucks entregue pelo Ryan Reynolds. Acredite, se quiser.

Era uma brincadeira de Pitt com Reynolds. Algo bem fácil de ser feito.

Na verdade, Brad Pitt estava vinculado a Deadpool 2, já que foi uma das referências conceituais sobre como iria ficar a aparência de Cable antes de contratarem Josh Brolin para o papel.

 

 

Via IndieWire

bostancı escort