A Verdade: Assista ao trailer legendado do drama familiar

A Verdade (Imagem: Divulgação)

O drama francês A Verdade, dirigido e escrito por Hirokazu Koreeda (‘Ninguém Pode Saber’, ‘Pais e Filhos’), ganhou um trailer legendado, divulgado pela Diamond Films. 

Confira:

O longa de drama é estrelado por Catherine Deneuve, Juliette Binoche e Ethan Hawke. Ludivine Sagnier, Clémentine Grenier, Manon Clavel, Alain Libolt, Christian Crahay e Roger Van Hool completam o elenco.

Baseado em um curta-metragem escrito por Ken Liu, o filme acompanha Fabienne (Deneuve), uma estrela do cinema francês, que transforma a sua bem-sucedida carreira em um livro de memórias. Lumir (Binoche), sua filha que vive nos Estados Unidos, decide ir junto com sua família para o lançamento do livro em Paris. No entanto, o reencontro entre mãe e filha promete um intenso confronto, com muito drama familiar. Verdades e sentimentos mal resolvidos vem à tona.

A Verdade (Imagem: Divulgação)

Rotten Tomatoes

O filme possui algumas avaliações no site agregador de críticas e, até o momento, a maioria é bastante positiva. O drama conta com uma aprovação de 84%, com base em 61 análises. De acordo com o consenso: “A Verdade pode não estar de acordo com o melhor trabalho de Hirokazu Kore-eda, mas encontra o diretor-escritor revisitando temas familiares com um toque tipicamente sensível”.

Confira algumas das críticas:

“Há muito o que saborear aqui.” – Anthony Lane, New Yorker.

“Autores estrangeiros costumam se perder quando se dirigem para o Ocidente, e é um alívio que a abordagem de Kore-eda à dinâmica familiar delicada ultrapasse a barreira do idioma, embora dificilmente seja uma surpresa.” – Charles Bramesco, Little White Lies.

“A Verdade é certamente um filme de Koreeda, com suas observações do comportamento humano tão nítidas como sempre.” – James Mottram, South China Morning Post.

“A Verdade demonstra que Kore-eda pode se adaptar sem esforço ao cinema europeu, mantendo a delicadeza do fio que é sua assinatura.” – Kevin Wight, The Wee Review.

“Este pequeno drama sábio e diáfano encontra Kore-eda mais uma vez explorando suas obsessões habituais … mais um olhar perspicaz sobre o tecido subjacente de uma família moderna.” – David Ehrlich, indieWire.

“Uma das maiores atuações de Deneuve, com Kore-eda transformando a persona magisterial que ela frequentemente fornece a outros diretores em algo mais complexo, trágico e desafiador. Ela merece prêmios por isso. E o filme também.” – Kevin Maher, Times (Reino Unido).

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.