Adiado, novo filme do Homem-Aranha promete reviravolta para Peter

Homem-Aranha Longe de Casa
Tom Holland como Peter Parker em Homem-Aranha: Longe de Casa (Reprodução)

A pandemia mudou para sempre a relação das pessoas entre si e  trabalho. E a indústria do cinema não fica fora dessa. Grandes filmes estão planejando a retomada, e outros ainda nem sabem quando farão isso por uma questão de segurança. Homem-Aranha 3 é um destes. O filme protagonizado por Tom Holland estava previsto para ser filmado em julho, mas o coronavírus adiou os trabalhos para outubro, o que aparentemente também não vai acontecer.

Em Homem-Aranha 3, Peter Parker deve passar a responder publicamente pelas acusações que lhes foram feitas no segundo filme, quando ele teve sua identidade desmascarada por J. Jonah Jameson. Especula-se, inclusive, que Matthew Murdock, o Demolidor, seria o advogado do personagem já que ambos vivem em Nova Iorque.

Outros boatos dão conta de que o profissional e vigilante seria interpretado por Charlie Cox, que viveu o personagem na série da Netflix cancelada em 2018, porém, ele não confirma a informação, dizendo em entrevista que a Marvel e Disney nunca entraram em contato com ele sobre nenhum projeto.

Adiamentos do Homem-Aranha

O site Direct informou que a produção de Homem-Aranha 3 foi adiada até janeiro ou fevereiro de 2021. Embora esse atraso não seja surpreendente, ainda está muito longe dos planos iniciais do filme. A estrela da franquia está se dividindo entre viver o Cabeça de Teia, e Nathan Drake, personagem principal de Uncharted, longa baseado em um famoso jogo de vídeo game.

Holland inclusive expressou abertamente que seu objetivo era ir de Uncharted direto para o Homem-Aranha 3, ainda que seu visual nas duas produções seja bem diferente. “Termine Uncharted , termine o Homem-Aranha em fevereiro do próximo ano”, disse Holland em um vídeo postado na conta de seu pai no Patreon. “Duas turnês de imprensa, talvez juntas, o que deve levar seis semanas de trabalho”, continuou.