Alison Wright fala sobre uma das cenas mais nojentas de Expresso do Amanhã

Alison Wright em Expresso do Amanhã (Foto: Reprodução / TNT)
Alison Wright em Expresso do Amanhã (Foto: Reprodução / TNT)

A série Expresso do Amanhã (Snowpiecer) mostrou que sobreviver em um mundo pós-apocalíptico não é para os fracos de coração. As regras podem ser injustas, a vida pode mudar em um instante, e nunca se sabe quando seus esforços revolucionários podem resultar em um braço congelando e esmagando em pedaços. É claro que parte do que os espectadores veem é apenas mágica na televisão (ou seja, efeitos de pós-produção) e não está realmente acontecendo no set. Porém, a atriz Alison Wright confirmou recentemente que uma das cenas mais nojentas de Expresso do Amanhã foi muito real.

O site Cinema Blend fez uma entrevista com Alison Wright sobre a série pós-apocalíptica, em determinado momento da conversa a atriz foi questionada sobre as cenas que mais a enojaram durante as filmagens, ela revelou algo um tanto surpreendente. Lembra-se da “mensagem” que a Terceira Classe enviou à Primeira em um prato de prata na cena inicial de “Justice Never Boarded”?, muitos podem pensar que os “colegas de elenco” de Wright foram feitos em CGI, mas segundo a atriz, eles estavam vivos e bem para aquela cena caótica no vagão de trem.

“Houve uma cena no vagão-restaurante de primeira classe, quando grandes baratas são entregues sob uma bandeja de prata. Elas eram muito reais, mas ainda muito quietas – para a câmera – os treinadores de animais tiveram que as animar um pouco para que se mexessem. Isso foi um pouco sujo, esperando que eles disparassem para qualquer lugar. Prefiro minhas baratas sedentárias”, contou Wright.

Expresso do Amanhã é uma série baseada no filme de mesmo nome dirigido por Bong Joon-ho, e na graphic novel  Le Transperceneige, de Jacques Lob, Benjamin Legrand e Jean-Marc Rochette. A trama mostra um grupo de pessoas que tenta sobreviver a um mundo congelado dentro de vagões de trem. Cada vagão determina sua condição social.