Amber Heard diz que foi agredida em Ação de Graças, mas vídeo no tribunal mostra o contrário

Amber Heard no filme Drive Angry
Amber Heard no filme Drive Angry (Reprodução/ Twitter)

A atriz Amber Heard foi confrontada mais uma vez em relação a uma declaração que deu anteriormente sobre uma possível agressão sofrida por ela e praticada seu então marido, Johnny Depp. Segundo ela, no dia da Ação de Graças de 2015, o ator teria batido nela e a arremessado contra uma parede pois estava usando muitas drogas, inclusive cocaína.

Nós brigamos no Dia de Ação de Graças, onde Johnny rasgou minha camisa e me jogou do outro lado da sala”, disse Heard sobre as consequências da festa, segundo o Sky News. Ela disse que o indicado ao Oscar jogou objetos de vidro em sua direção – mas “felizmente” sentiram sua falta. “Uma vez, quando ele me empurrou, caí sobre as costas de uma espreguiçadeira e bati minha cabeça contra a parede de tijolos expostos do apartamento. Percebi mais tarde que tinha um nódulo na parte de trás da cabeça e um lábio quebrado por causa disso.”

Porém, a advogada de Depp, Eleanor Laws exibiu um vídeo exatamente daquela data (26 de novembro de 2015), em que o astro de Piratas do Caribe, e Amber Heard aparecem num jantar de Ação de Graças juntos com Marilyn Manson, em que eles brincam com Jack, filho de Depp então com 18 anos. O pai de Heard aparece correndo atrás do adolescente pela casa, e diversas fotos foram mostradas.

“Este é um evento familiar feliz que você vê nesse vídeo, não é?”, perguntou Laws. A loira respondeu que sim, mas que logo tudo se transformou numa violência. “Lembro que houve uma pequena briga nas escadas envolvendo vinho e Johnny me agarrou pelo colarinho da camisa. Nossas brigas nunca aconteceram na frente da família. Eles geralmente aconteciam depois que todos tinham ido para a cama”, falou ela ao tribunal, fazendo com que Laws, dissesse que ela estava mentindo sobre a violência, e inventar isso à medida que a história avançava.

Heard acusou a estrela de Hollywood de ser violenta com ela mais de uma dúzia de vezes durante o curso de seu relacionamento, que terminou em divórcio em 2017. Depp negou veementemente todas as alegações de abuso doméstico, dizendo que sua ex-esposa era a violenta da história.

ankara escort