Amber Heard explica motivo de ter agredido Johnny Depp

Johnny Depp (Foto: Divulgação)

A batalha judicial entre Amber Heard e seu ex-marido Johnny Depp parece não ter fim. Depois de um áudio vazado da estrela de Aquaman agredido o ator, ela afirmou mais uma vez que foi a vítima do relacionamento. Acusado de agressão, e sendo até mesmo banido do novo Piratas do Caribe, conforme sua alegação, ele entrou com processo de difamação contra Heard, com evidências de que ela o assediava física e emocionalmente.

Os fãs não gostaram nada disso, e pediram a cabeça de Amber Heard na Warner Bros, abrindo até mesmo uma petição online para que ela fosse retirada de Aquaman 2 e substituída por Emilia Clarke, de Game Of Thrones. Mas agora, ela deu uma declaração confessando que só agrediu Depp fisicamente uma única vez, em março de 2015 para proteger sua irmã, Whitney Heard, de ser jogada escada abaixo pelo ator.

“Depois de ficar enfurecido, ele começou a destruir bens pessoais por toda a casa, incluindo meus pertences no armário. Minha irmã Whitney estava lá, então quando Johnny pulou para me bater, Whitney se colocou entre nós. Johnny se voltou para ela, que estava no topo de um lance de escadas, e seguiu em frente”.

“Agindo em defesa da minha irmã, como eu tinha medo por sua segurança física, dei um soco no rosto de Johnny para desviar sua atenção dela. Essa foi a única vez que bati em Johnny. Nesse ponto, a segurança da casa interveio e nos separou”, escreveu ela em um relatório apresentado ao tribunal do condado de Fairfax, na Virginia. Foram anexadas ao processo, capturas de tela de conversas entre Whitney e Kevin Murphy, segurança da casa do ex-casal, porém nas conversas não existe nenhuma menção sobre Depp tentando agredi-la. Mesmo que Amber só tenha agido em legítima defesa, ambas as partes já perderam muito devido à exposição pública do caso.