Amiga de Amber Heard diz que ela ainda tem cicatrizes por causa das surras de Johnny Depp

Amber Heard
Amber Heard (Reprodução)

Raquel ‘Rocky’ Pennington, uma amiga de Amber Heard que depôs em seu julgamento na última sexta-feira, disse em juízo que ficou realmente preocupada ao ver como a vida da loira era infernal em 2015, de acordo com o Sky News. Pennington, que vivia de graça na época em um dos apartamentos de cobertura que Johnny Depp possui em Los Angeles, disse que Heard tinha “profundas lacerações dos pulsos aos cotovelos” e as solas dos pés tinham numerosos pequenos cortes.

“Ela ainda tem cicatrizes nos braços por causa desse incidente”, escreveu Pennington em sua declaração afirmando que tudo isso foi resultado de uma briga da estrela de Aquaman com Depp. Através de um vídeo gravado e exibido no tribunal em Londres, ela afirmou eu nunca havia visto o astro de Piratas do Caribe, bater na ex-esposa, enquanto a própria descreveu que se encontrava numa situação de refém.,

Ele supostamente a sufocou enquanto estava nua enquanto ela escorregava no chão molhado coberto de cacos de vidro. “Lembro-me de pensar que ele ia me matar”, testemunhou ela.  Johnny Depp admitiu que teve uma briga explosiva com Heard por ela se recusar a assinar um acordo pré-nupcial, mas negou que tenha sido violento em algum momento. Pelo contrário, ele afirmou que Heard era uma”sociopata” que havia atirado uma garrafa de vodka nele, cortando a ponta do dedo durante uma estadia na Austrália.

Outro depoimento que aconteceu na mesma data foi de Whitney Henriquez, irmã de Amber Heard, que disse que já havia se drogado na companhia de Depp, e que ele havia lhe ensinado a usar um aplicador de absorventes para cheirar cocaína. Ela afirmou que quando ele estava sóbrio era um homem carinhoso, e extremamente gentil, mas que quando estava drogado se transformava. Ela alegou que como ela, e Heard cresceram em um lar violento, aprenderam com sua mãe a nunca ir embora e abandonar uma situação.