Ansel Elgort e Rachel Zegler em Amor, Sublime Amor (Imagem: Divulgação)
ANÚNCIO

Steven Spielberg dirige o remake de Amor, Sublime Amor (West Side Story, no original). Em entrevista recente concedida à Vanity Fair, o premiado cineasta fala sobre como os temas de imigração presentes no musical são ainda mais importantes nos dias atuais.

O musical, inspirado em “Romeu e Julieta”, clássico de William Shakespeare, foi apresentado na Broadway em 1957. Com texto de Arthur Laurents, música de Leonard Bernstein e letras de Stephen Sondheim, a peça contou com a direção de Jerome Robbins. Em 1961, a história foi adaptada para os cinemas. Comandada por Robbins e Robert Wise, musical de drama e comédia foi um sucesso quando lançado. E a trama, basicamente, acompanha o romance proibido de Tony, antigo líder da gangue de brancos anglo-saxônicos conhecida como Jets, e Maria,  irmã do líder da gangue rival, os Sharks, formada por imigrantes porto-riquenhos.

“Essa história não é apenas um produto de seu tempo, mas esse tempo voltou com uma espécie de fúria social”, disse Spielberg sobre a decisão de fazer um remake do clássico. “Eu realmente queria contar basicamente a experiência migração para este país [EUA] e a luta para ganhar a vida, ter filhos e lutar contra os obstáculos da xenofobia e do preconceito racial”, afirmou.

O cineasta ainda fez questão de escalar a maioria de latinos ou descendentes de latinos para compor o elenco. Algo que não aconteceu no filme de 1961. “Eles trouxeram autenticidade. Eles trouxeram a si mesmos, e tudo o que acreditam e tudo sobre eles – trouxeram isso para o trabalho. E havia muita interação entre o elenco que queria se comprometer com a experiência porto-riquenha. Todos eles representam, penso eu, uma diversidade, tanto na comunidade porto-riquenha, quanto na comunidade latina mais ampla. E eles levaram isso a sério”, contou Steven Spielberg.

O remake conta com Ansel Elgort (A Culpa é das Estrelas) como Tony e Rachel Zegler como a apaixonada Maria. Na nova versão Rita Moreno assume o papel de Valentina. Ao lado deles, Mike Faist com Riff, Maddie Ziegler como Jets e Ariana DeBose como Anita.

Amor, Sublime Amor está previsto para ser lançado no dia 18 de dezembro nos EUA.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui