Analista diz que preço da Netflix deve sofrer alta em breve

Netflix logo N

Netflix logo N (Reprodução)

Embora não tenha planos oficiais para isso aqui no Brasil, a Netflix deve ficar mais cara nos Estados Unidos e Europa conforme a previsão de um especialista de Wall Street. Alex Giaimo, da empresa Jefferies, apontou para uma mudança de tom nos comentários feitos pelos administradores da plataforma do primeiro para o segundo trimestre. “Após uma mudança na linguagem sobre os preços (do segundo trimestre), acreditamos que um aumento potencial é provável a médio prazo”, escreveu Giaimo em uma nota aos clientes. “No primeiro trimestre, a Netflix disse que ‘nem mesmo estava pensando em aumentos de preços ‘, enquanto a linguagem do segundo trimestre era mais aberta”, disse ele.

O site Deadline explicou que o aumento de 1 a 2 dólares nos Estados Unidos ou Europa podem gerar cerca de 500 milhões e 1 bilhão de dólares de lucro para a gigante do streaming, e o especialista afirmou que acredita que este seja o valor de acréscimo que será feito na Europa, Oriente Média, e África. Ele usa como base o peso que a Netflix ganhou em suas ações desde que a pandemia começou subindo quase 50%, mas caindo cerca de 1% no último mês de agosto.

A Netflix reportará os lucros do terceiro trimestre em 20 de outubro. A empresa prosperou durante o início da pandemia, adicionando cerca de 26 milhões de assinantes globais no primeiro semestre do ano, atingindo um total de 193 milhões. A plataforma evitou a concorrência com outros serviços como Disney+, Apple TV+ e HBO Max, e não mexeu nos seus valores até então. Os preços nos mais de 200 países onde a Netflix opera estão em constante evolução. Os assinantes dos Estados Unidos tiveram seu último aumento em maio de 2019, enquanto no Brasil este aumento aconteceu em março. Enquanto na terra do Tio Sam o preço do pacote mais básico [de 1 tela] subiu de US$ 11 para US$ 13, no Brasil o mesmo subiu de R$ 19,90 para R$ 21, 90. O Plano Premium da Netflix por aqui com direito a 4 telas e resolução Ultra HD sai por R$ 45,90 atualmente. “Temos confiança de que a Netflix pode aumentar os preços nos mercados internacionais devido ao aprofundamento da biblioteca de conteúdo e à proposta de valor para o consumidor exagerada”, escreveu o especialista.