Animação de A Família Addams sofre com baixa aprovação

A Família Addams
A Família Addams (Imagem: Divulgação)

O agregador de reviews Rotten Tomatoes não trouxe momentos muito bons para a animação de A Família Addams. A nova versão, que chega em breve nos cinemas pela distribuidora Universal Pictures, não empolgou, não fez o barulho que prometeu e tampouco chamou atenção da crítica. No RT, o filme sofre com uma baixa aprovação de apenas 44%, não recebendo boas avaliações dos especialistas de cinema.

O percentual foi obtido com um total de 63 críticas computadas pelo Rotten Tomatoes até o momento. “Um elenco cheio de estrelas e uma animação atraente não são suficientes para compensar a sacarina feita de um material original deliciosamente obscuro”, diz o consenso da crítica no site. Os críticos apontam, nas principais avaliações, que o filme é doce demais e não sai do básico, deixando de lado o original e toda a obscuridade apresentada por ele.

Com direção de Conrad Vernon e Greg Tiernan, o longa-metragem de animação se baseia nos personagens que foram criados pelo cartunista Charles Addams. O filme tem data de estreia agendada para o dia 24 de outubro em todos os cinemas nacionais.

Confira as principais avaliações até o momento:

“Nada além de conforto para crianças. É tão doce que o clã dos Addams queimaria em uma fogueira”, avaliou Johnny Oleksinski, do New York Post.

“Até as crianças vão entender que o tema de expressividade individual seria mais envolvente se a narrativa não fosse tão absolutamente básica”, apontou Nell Minow, do RogerEbert.com.

“Há algumas risadas para os pais (e avós) e o visual visual animado é interessante. Mas não pode superar a falha central, que é a infantilização de algo que, no fundo, é uma comédia caprichosamente sombria para adultos”, destacou Jim Slotek, do Original Cin.

“O apelo dessa Família Addams, que não quebra o molde, é simplesmente passar mais algum tempo neste mundo suavemente assustador, uma porta de entrada para novos creepsters e góticos”, escreveu Katie Walsh, do Los Angeles Times.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.

bostancı escort