Anne Hathaway explica motivo que quase a fez perder papel em Batman

Anne Hathaway
Anne Hathaway (Reprodução)

Anne Hathaway foi responsável por viver a Mulher-gato Selina Kyle em Batman: O Cavaleiro das Trevas Ressurge, mas acreditava que estava sendo chamada na verdade para viver Alerquina. Ela contou sobre a confusão em um programa de rádio da BBC1. Segundo a atriz, ela tentou convencer o cineasta Christopher Nolan que ela poderia ser uma boa Arlequina e chegou nos testes usando uma camiseta colorida para provocar seu subconsciente.

“Eu usei uma camisa no estilo Vivienne Westwood [estilista britânica], linda, mas maluca, com listras por todos os lados. Calcei um sapato sem salto meio Coringa e fiquei tentando dar uns sorrisos meio loucos pro [Nolan]”, disparou. Mas o constrangimento acabou vindo à tona quando ela descobriu que não era bem o que ela tinha pensado e que estava mesmo fazendo teste para viver a personagem ‘felina’.

“Depois de mais de uma hora de reunião, ele disse: ‘Bem, tenho certeza de que não preciso te contar isso, mas é o papel da Mulher-Gato. Eu mudei na hora minha expressão. Fiquei ‘ok, sou esquiva agora. Eu amo a minha camisa, mas agora odeio ela’”, brincou a atriz que acabou conseguindo o papel no terceiro filme da trilogia.  Depois de muitos anos, Selina voltará as telonas, mas desta vez interpretada por outra atriz, Zoe Kravitz, no filme The Batman, que trará Robert Pattinson no papel principal, dirigido por Matt Reeves.

Recentemente, Anne Hathaway se tornou notícia por fazer uma referência a um dos seus primeiros filmes numa postagem no Instagram. Trata-se de O Diário da Princesa. Fazendo o desafio do travesseiro, em que celebridades usam a quarentena de forma divertida para se vestirem apenas com travesseiros, ela tentou recriar o figurino de Mia, sua personagem no filme da Disney com direito a óculos escuros e tudo. “Uma rainha nunca se atrasa. Os outros é que estão adiantados”, escreveu ela repetindo a frase da personagem Clarisse (Julie Andrews), avó de Mia no longa.