Aos 45 do segundo tempo, Paramount adia lançamento de Um Lugar Silencioso – Parte 2

Cillian Murphy em Um Lugar Silencioso 2 (Divulgação)

Faltando apenas uma semana para a estreia, a Paramount tomou a decisão de cancelar o lançamento de Um Lugar Silencioso – Parte 2, longa protagonizado, escrito e dirigido por John Krasinski. Quem deu a notícia foi o próprio idealizador do longa através das redes sociais nesta quinta-feira, 12 de março. Krasinski explicou que devido ao novo coronavírus, não era um bom momento para as pessoas se reunirem nos cinemas para assistirem ao longa de terror, e que esperava poder liberá-lo o mais rápido o possível.

“Uma das coisas de que mais me orgulho é que as pessoas disseram que nosso filme é um filme que você deve assistir junto. Bem, devido às circunstâncias em constante mudança do que está acontecendo no mundo ao nosso redor, agora claramente não é a hora certa de fazer isso. Por mais insanamente empolgados que estejamos todos para ver este filme … vou esperar para lançar o filme até que todos possamos vê-lo juntos! Até breve!”, escreveu o ator em uma carta aos fãs.

Alguns minutos depois, a Paramount emitiu um comunicado: “Depois de muita consideração, e à luz da situação em andamento e em desenvolvimento sobre o coronavírus e as restrições às viagens e reuniões públicas globais, a Paramount Pictures divulgará o lançamento mundial de Um Lugar Silencioso – Parte 2. Acreditamos e apoiamos a experiência cinematográfica e esperamos levar este filme para o público este ano, uma vez que tenhamos uma melhor compreensão do impacto dessa pandemia no mercado do cinema global”.

A sequência do longa que mostra uma família tentando se proteger de monstros que atacam pessoas através do barulho feito por elas, estrearia no Brasil em 19 de março, e nos Estados Unidos em 20 de março, e já teve sua pré-estreia na última segunda-feira. A situação do filme é a mais complicada entre os filmes adiados até agora, porque milhões de dólares já tinham sido gastos em marketing, e divulgação. O longa anterior arrecadou 340 milhões de dólares em bilheterias, e o estúdio tinha a esperança que o fato fosse se repetir.