Após baixa bilheteria, DC toma decisão drástica sobre Aves de Rapina

Margot Robbie, como Arlequina em Aves de Rapina (Imagem: Divulgação)

A DC está tendo dores de cabeça com os resultados de bilheteria de Aves de Rapina nos Estados Unidos. Durante seu fim de semana de estreia, o filme arrecadou US$ 33,3 milhões nas bilheterias domésticas. A DC esperava que o filme conseguisse bater a meta de US$ 50 milhões, uma projeção inicial que já era modesta.

Para remediar a situação, a produtora tomou uma atitude inusitada e alterou o título do filme. Agora, Aves de Rapina: Arlequina e sua Emancipação Fabulosa passou a se chamar Harley Quinn: Birds of Prey. A alteração também irá valer para o filme no Brasil. 

Com uma recepção fria pelos críticos, Aves de Rapina conseguiu algum sucesso entre os fãs, mas não se sabe ao certo qual a razão da baixa bilheteria do filme. Alguns sustentam que Arlequina não é capaz de atrair audiência em um filme que não conta com participação de outros personagens conhecidos do público. 

O elenco traz os atores Margot Robbie, Mary Elizabeth Winstead, Jurnee Smollett-Bell, Rosie Perez, Chris Messina, Ella Jay Basco, Ali Wong e Ewan McGregor.

Os custos de produção de ‘Aves de Rapina’ foram cerca de US$ 85 milhões, a bilheteria mundial mal cobriu esse valor. Mesmo diante do desempenho fraco, a atriz Margot Robbie não descartou uma possível sequência para o filme em entrevista recente. 

Hera Venenosa

A diretora Cathy Yan revelou, em entrevista recente ao The Wrap, que espera ter a personagem Hera Venenosa em uma possível sequência de Aves de Rapina. “Eu adoraria ver a Hera Venenosa [na sequência]. Eu adoraria ver a relação entre a Arlequina e a Hera Venenosa”, afirmou.

“Acho que as pessoas ainda querem ver mais da Arlequina. E eu também acho que a Margot Robbie ainda não terminou com a personagem”, acrescentou.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.