Após inúmeros trabalhos, Dylan McDermott faz declaração a Ryan Murphy

Ernie (Dylan McDermott) em Hollywood
Ernie (Dylan McDermott) em Hollywood (Divulgação/ Netflix)

Dylan McDermott tem definitivamente uma história de amor e gratidão pelo autor e showrunner Ryan Murphy. Antes de viver o protagonista da série The Practice, ele estava fazendo filmes B no cinema, e resolveu ir para a televisão, e quando a série chegou ao fim, foi surpreendido por Murphy, que queria que ele estreasse em American Horror Story. O ator disse que não conseguia se desfazer dos trejeitos de seu personagem anterior, e o roteirista da série garantiu que ele iria reinventá-lo.

Tanto que foi que seu personagem ainda é um dos mais lembrados da saga de horror. Recentemente ele esteve em outras duas produções de Murphy, American Horror Story: 1984, dando vida a um assassino de beira de estrada, e em Hollywood, como Ernie, dono de um posto de gasolina que também era gigolô de jovens que tinham o sonho de ser estrela de cinema.

“Hollywood ainda não foi escolhida para uma segunda temporada, então estou apenas esperando para ver o que realmente acontece. Mas a verdade é que estou feliz em trabalhar com Ryan em qualquer coisa. Eu disse a ele que poderia passar o resto dos meus dias trabalhando apenas para ele e que poderia morrer feliz assim”, disparou o ator em entrevista ao site Collider.

Em Hollywood, ele trabalhou ao lado de sua filha, Colette McDermott, que viveu Josephine no programa e contou que ela fez tudo sozinha, sem precisar que ele a ajudasse em nada. “Ela simplesmente disse ‘Tenho um teste para Hollywood’, e eu disse ‘Vá e dê o seu melhor’. Sempre estive ao lado dela em todos os testes, já repassamos textos juntos, e estou sempre lá, do outro lado da câmera. Agradeço a Ryan por ter lhe dado esta primeira oportunidade. Eu nunca sonhei com isso, a propósito foi outro presente que Ryan me deu”.

ankara escort