Após pedidos de fãs por novos episódios, Pokétoon tem marca registrada para diversos produtos

Scraggy & Mimikyu
Pokétoon, novo formato de desenhos apresenta Scraggy & Mimikyu (Reprodução)

Tudo começou de forma aparentemente despretensiosa. Com o sucesso de Looney Tunes na HBO Max, surgiu um curta chamado Pokétoon, focado em dois personagens do universo de Pokémon, e fazendo uma espécie de homenagem/ paródia aos personagens clássicos dos desenhos animados da Warner Bros.

O episódio deu tão certo, que os fãs começaram a pedir para que novos episódios fossem feitos pela The Pokemon Company, que parece ter atendido aos pedidos e apresentado um registro de marca chamado Pokétoon. Mas isso não ficará restrito aos episódios veiculados no Youtube oficial da empresa.

De acordo com o pedido de marca registrada pela GameFreak, Creatures, e Nintendo, a Pokétoon está buscando cobertura para mais de 300 produtos, incluindo jogos de videogame, eletrodomésticos, roupas, brinquedos, alimentos processados ​​e muito mais. Os fãs, claro, ficaram super empolgados com a notícia foram até as redes sociais comemorar que o Pokétoon não será varrido para baixo do tapete.

O primeiro episódio da nova série foi disponibilizado no último dia 4 de junho, com o título Chase The Beans (Persiga os Feijões em português), e teve foco nos personagens Scraggy e Mimikyu, e assim como nas animações clássicas, os personagens estiveram em conflito durante todos os quatro minutos que compõem o curta.

Looney Tunes é uma série de desenhos animados criada em 1930, que tem famosos personagens como Pernalonga e Patolino, e foi revivida com o lançamento da HBO Max, serviço de streaming da Warner Bros. Em entrevista recente seu criador disse que apesar de não ter armas de fogo nas novas animações, o nível de violência dos desenhos seria mantido, já que é um tipo de violência considerada inocente. A atração está fazendo tanto sucesso nos Estados Unidos que chegou a ultrapassar na plataforma a audiência de sucessos como Friends e Game of Thrones.