Após vitória no Oscar, Parasita bate novo recorde nas bilheterias mundiais

Parasite
Parasite (Imagem: Divulgação)

Grande vencedor do Oscar 2020, Parasita, obra de Bong Joon-ho está quebrando novos paradigmas do cinema sul-coreano e ultrapassou a marca U$ 200 milhões nas bilheterias mundiais. 

Somente nos Estados Unidos, o filme arrecadou US$ 48.9 milhões, enquanto a soma dos mercados internacionais, entre eles o brasileiro, garantiu à produção outros 155 milhões de dólares.  No total, a quantia representa um valor 10 vezes maior do que o orçamento investido no longa. Vale lembrar que Parasita foi indicado para seis categorias do Oscar deste ano, levando quatro estatuetas para a casa.

O sucesso do filme foi tanto que chamou atenção da HBO. A emissora norte-americana deve adaptar a obra em uma minissérie de cinco a seis episódios. Bong deve atuar como produtor executivo. Ainda sem data de lançamento a  produção está em seus estágios iniciais e irá focar em histórias que ocorreram “entre as sequências do filme”.

“Tinha todas essas ideias-chave acumuladas de quando comecei a escrever o roteiro. Não consegui inclui-las em duas horas de filme, então elas se acumularam no meu iPad e meu objetivo com essa minissérie é criar um filme de seis horas”, disse o diretor ao The Wrap.

Anteriormente à Variety, Bon Joon-Hoo já havia revelado como gostaria de manter a história a partir deste derivado. “Quando eu penso em uma série limitada, eu realmente penso nela como um filme expandido. Como Fanny e Alexander do Ingmar Bergman: você tem uma versão para o cinema de 3 horas e uma versão de 3 horas para a TV. Então meu objetivo é criar uma versão expandida de alta qualidade de Parasita”, explicou.

Sobre a parceria com Adam McKay, o cineasta sul-coreano se mostrou animado. “O Adam McKay e a HBO fizeram Succession muito bem, trabalhar com esses artistas que criaram grandes trabalhos, eu gostaria de colocar em prática essa tentativa de expandir o filme e explorar todas as ideias que eu tive no estágio de escrita do roteiro, do que pode acontecer entre as cenas através da série de TV.”

Neste mês foi sugerido que Mark Ruffalo e Tilda Swinton estrelariam a minissérie, o que sugere que as histórias devem se passar nos Estados Unidos ao invés da Coreia do Sul.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.

bostancı escort