Marcelo Mello Jr. como Mikhael em Arcanjo Renegado (Foto: Reprodução / TV Globo)
ANÚNCIO

Nosdia 7 de fevereiro, sexta feira, estreou na Globoplay a nova série nacional Arcanjo Renegado. De acordo com o Notícias da TV, o elenco não foi formado somente por atores profissionais. A matéria do site revelou que 40 homens foram contratados para viver os traficantes, sendo eles, pessoas que já passaram pela criminalidade e desempenharam papéis semelhantes aos que viveram na vida real.

Além disso 14 homens que integraram as ações policiais também não são atores e fazem parte do BOPE (Batalhão de Operações Policiais Especiais). Diversos atores, inclusive Marcelo Mello Jr., que protagoniza a série, tiveram um treinamento especial na polícia para aprenderem atitudes, posturas e formas corretas de usar o armamento.

A trama acompanha o trabalho da Arcanjo, a melhor, mais treinada e letal equipe do BOPE. A história se passa do ponto de vista do sargento Mikhael, que acaba preso após jornalistas divulgarem imagens de uma ação de sua equipe onde houve abuso de autoridade e acabou em chacina.

O seriado que conta com dez episódios foi criado por José Junior e tem direção de Heitor Dhalia. A produção foi gravado em uma locação no Complexo da Maré.

Não é a primeira vez que uma produção nacional utilizou em seu elenco pessoas que estiveram dentro do universo ao qual a produção está retratando, um exemplo é a série Sintonia da Netflix. A série é protagonizada Doni, Nando e Rita vividos por MC Jotapê, Christian Malheiros e Bruna Mascarenhas respectivamente, contudo, boa parte do elenco é formado por detentos que fizeram curso de teatro enquanto estavam presos.

O enredo da série dirigida por Kondzilla tem uma temática jovem, mas também retrata questões sociais e a ambição humana. A série também tenta levar ao espectador como é a vida em um favela.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui