Artista compartilha ideias descartadas para o Indoraptor em Jurassic World: Reino Ameaçado

Indoraptor em Jurassic World: Reino Ameaçado (Reprodução)
Indoraptor em Jurassic World: Reino Ameaçado (Reprodução)

Jurassic Park nos mostrou o poder da ciência sobre a ordem natural da vida e até onde ganância no ser humano pode chegar, como também o poder da natureza sobre a humanidade, onde as consequências das duas forças podem ser devastadoras. Os primeiros filmes nos mostraram dinossauros sendo trazidos de volta à vida através da manipulação do DNA e anos depois, a franquia ganhou um novo folego com Jurassic World, onde a ciência evoluiu mais ainda e começaram a ser fabricados dinossauros híbridos.

O primeiro híbrido apresentado foi a Indominus Rex, em Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros de 2015. O animal se mostrou mais inteligente e mortal que qualquer outra crianção de Henry Wu. Em 2018, com Jurassic World: Reino Ameaçado, vimos a criação do Indoraptor, um novo híbrido para fins militares. O artista Karl Lindberg compartilhou em seu Instagram algumas imagens conceituais para o Indoraptor, onde em uma das fotos podemos ver ele com uma aparência mais espinhenta, outra mais parecida com o Dilofossauro e uma com plumas.

Jurassic World teve direção de Colin Trevorrow e arrecadou cerca de US$ 1,67 bilhão em bilheteria. A trama mostrou que o sonho de John Hammond foi realizado e agora há um parque com dinossauros totalmente funcional. Contudo, o sonho se torna um pesadelo quando uma máquina de matar escapa da jaula. Jurassic World 2 teve direção de Juan Antonio Bayona e arrecadou US$ 1,309 bilhão em bilheteria. No enredo, um vulcão ameaça matar os dinossauros da da Ilha Nublar e uma equipe de resgate é formada para salvá-los, contudo, isso não passava de um plano para capturar e comercializá-los.

Para 2021 está sendo aguardado Jurassic World: Dominion, que contará novamente com a direção de Colin Trevorrow. O que se sabe da trama até o momento é que mostrará como os humanos estão lidando com dinossauros a solta no continente. A Netflix ainda está produzindo uma série animada que leva o nome de Camp Cretaceous e deve estrear ainda este ano.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.