Artista compartilha imagens conceituais dos competidores da arena de Sakaar de Thor: Ragnarok

Jeff Goldblum como Grão-Mestre em Thor: Ragnarok (Imagem: Reprodução)

Andy Park é dos artistas conceituais que trabalhou nos filmes da Marvel Studios, entre seus trabalhos esta Thor: Ragnorak. Parte do filme se passou no planeta Sakaar, onde conhecemos a Arena, local onde o Grão-Mestre promovia as lutas para o povo. Apesar do longa metragem dar enfase em Thor e Hulk, outros lutadores foram apresentados mesmo sem ter uma história de fundo, e Andy Park divulgou algumas imagens conceituais deles. Confira abaixo:

Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)
Arte conceitual de Thor: Ragnarok (Divulgação)

Thor: Ragnarok chegou aos cinemas em 2017 e teve direção de Taika Waititi. O longa metragem conseguiu arrecadar cerca de US$ 854 milhões em bilheteria mundial. Na trama, Thor é mandado para os confins do Universo, ele tem que encontrar um modo de voltar para Asgard antes que Hela domine sua terra natal. O elenco contou com Chris Hemsworth, Tessa Thompson, Mark Ruffalo, Tom Hiddleston, Jeff Goldblum e Cate Blanchett.

Leia abaixo alguns comentários sobre a produção cinematográfico:

“Por fim, sinto-me confiante em dizer que você desfrutará completamente de Thor: Ragnarok. Este é um entretenimento de engenharia de precisão que quer que você se divirta…” – Tim Brennan, About Boulder.

“Apesar de alguns pequenos problemas com o ritmo no meio, esse é um tremendo passo na direção certa, tanto para a franquia Thor especificamente quanto para os filmes da Marvel em geral” – Steven Prokopy, Third Coast Review.

“Este espectador … ficou impressionado aos trancos e barrancos, mas principalmente cheio de um respeito novo e inabalável por Hemsworth” – Justin Chang, Los Angeles Times.

“Perfeitamente aceitável como um filme de ação, mas inspirado como uma comédia – que provavelmente é onde a franquia Thor deveria estar mirando desde o início” – Christopher Orr, The Atlantic.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.