Artista recria personagens da Disney em padrões estéticos atuais; veja como ficou

“Branca de Neve” 1938 (Disney)

Com certeza se você viveu a era da internet no ano de 2010 já deve ter visto inúmeras imagens surgirem feitas por artistas digitais que resolveram homenagear as princesas da Disney, e mostrar como elas seriam se fossem pessoas com traços humanos. Porém, uma nova vertente disso surgiu na internet. A clínica de estética Dra. Aesthetica resolveu contratar um artista para mostrar como seriam estas personagens em corpos reais, e corpos que vemos no mundo atualmente.

Uma das grandes críticas que a Disney sofreu durante todo o tempo foi sobre a representação dos corpos em seus personagens, tanto femininos quanto masculinos. Desde que Branca de Neve surgiu, suas proporções não se assemelhavam a de uma pessoa humana normal, e isso se seguiu em todas as personagens que vieram a seguir. Quando a nova era das princesas aconteceu entre 1989 e 1999 com Ariel, Bela, Jasmine, Pocahontas e Mulan, a mesma polêmica voltou à tona: a casa do Mickey Mouse ainda insistia em proporções irrealistas.

A citada empresa então contratou a artista Elena Provolovich que além de recriar as princesas e outros personagens da Disney com traços humanos, os fez com proporções corporais humanas, baseadas nos tipos físicos mais comuns no Reino Unido, deixando de lado por exemplo, cinturas e braços extremamente finos. Mas ela não se restringiu a verificar os tamanhos de corpos, e sim diminuir algumas características presentes nas animações, como os olhos gigantes nas mulheres, no caso dos homens, o enorme queixo quadrado. A arista ressalta que mesmo as últimas princesas como Elsa, e Merida ainda sofrem com corpos fantasiosos, sendo Moana a única com medidas mais realistas. Confira o trabalho da artista abaixo clicando em cada uma das imagens.