Artistas lamentam morte de Diana Rigg, de Game of Thrones

Diana Rigg como Lady Olenna Tyrell em Game of Thrones (Reprodução / HBO)

A atriz Diana Rigg, conhecida no Brasil por seu papel como Olenna Tyrell em Game Of Thrones, morreu na última quinta-feira (10), aos 82 anos, em sua casa na Inglaterra.  Sua filha, Rachel Sterling, emitiu uma nota na qual atribui a morte da mãe a um câncer diagnosticado em 2016. 

Nascida em Doncaster, Inglaterra, Rigg possuía uma carreira celebrada nos dois lados do atlântico. Ela se tornou mundialmente conhecida por seus papéis na televisão, sobretudo, por sua participação em GoT da HBO, como a matriarca da Casa Tyrell. Seus colegas de elenco homenagearam-na publicamente nas redes sociais. “Verdadeira rainha de ‘Westeros’”, escreveu Pedro Pascal (Oberyn Martell).

View this post on Instagram

The true queen of Westeros. #DianaRigg

A post shared by Pedro Pascal he/him (@pascalispunk) on

Já Nikolaj Coster-Waldau (Jaime) lembrou o talento da atriz: Dama Diana Rigg. Sempre elevava o nível com o seu incrível talento, sua inteligência e articulação. Foi uma alegria absoluta, e uma honra, trabalhar com ela. Que a sua alma descanse em paz”.

Rigg foi homenageada também por John Bradley, o Sam da série da HBO, Viola Davis e Edgar Wright, seu último diretor no inédito “Last Night in Soho”. “Diana Rigg era maravilhosa. Mas vocês já sabiam disso. Todo mundo sabia. Notícia muito triste”, lamentou o ator.

A conta da HBO no Twitter também se pronunciou pela morte da atriz, relembrando uma das famosas frases ditas pela sua personagem, a Rainha de Westeros. “Seja um dragão. O reino sempre vai se lembrar de Diana Rigg”, disse o perfil oficial da produção na rede social.

Viola Davis também lamentou a morte da colega de profissão: “É sempre difícil quando uma grandeza como a dela deixa este mundo”, se pronunciou. Edgar Wright lembrou quando a dirigiu no ainda inédito no inédito “Last Night in Soho”: “O que dizer sobre Diana Rigg? Eu poderia falar da incrível carreira dela, mas por agora só direi que sou um fã de longa data. Foi muito além de uma honra trabalhar com ela em seu último filme. Ela superou todas as minhas expectativas. Era absurdamente talentosa, determinada, engraçada. Já sinto sua falta, Dame D.”

 

Diana Rigg fez sua estreia nos palcos em 1952. A atriz trabalhava no Cinema e na TV, e recebeu um prêmio Emmy e um BAFTA,  contudo, foi no teatro que se consagrou. 

 

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.