Assista ao novo trailer de Emma, adaptação do clássico de Jane Austen

Anya Taylor-Joy como Emma Woodhouse e Johnny Flynn como Mr. Knightley (Imagem: Divulgação)

Emma, adaptação do romance clássico de Jane Austen, ganhou um novo trailer. A comédia dramática é estrelada por Anya Taylor-Joy (‘Fragmentado’, ‘Os Novos Mutantes’), que dá vida à espirituosa protagonista.

Confira:

Escrito por Eleanor Catton e dirigido por Autumn de Wilde, o filme acompanha a história de uma jovem rica e inteligente no começo do século 19. Emma nunca está preparada para lidar com a sua própria vida amorosa, mas quando se trata dos outros, ela nem pensa. Ela vive arrumando casamentos e namoros para as pessoas a sua volta. Por causa da sua mania de cupido, ela acaba envolvida em algumas confusões. Mas grandes surpresas ainda surgirão em seu coração. Quem esteve sempre ao seu lado pode se revelar muito mais importante do que imaginava.

Além de Anya Taylor-Joy, o longa ainda conta com Johnny Flynn (Lovesick) como o Sr. Knightley, Bill Nighy (Questão de Tempo) como Sr. Woodhouse, Mia Goth (Suspiria) como Harriet Smith, Miranda Hart (Gangsta Granny) como Miss Bates, Josh O’Connor (God’s Own Country) como Sr. Elton, Callum Turner (Animais Fantásticos: Os Crimes de Grindelwald) como Frank Churchhill, Gemma Whelan (Game of Thrones) como Sra. Weston, Rupert Graves (Sherlock) como Sr. Weston, Amber Anderson (White Lie) como Jane Fairfax, e Tanya Reynolds (Sex Education) como Sra. Elton.

Emma está previsto para ser lançado nos cinemas brasileiros no dia 23 de abril.

Emma (Imagem: Divulgação)

Confira algumas críticas:

“Há muita suntuosidade aqui para se apreciar, e a trilha sonora contribui para o sabor da época, com músicas folclóricas e trechos clássicos ao lado de peças originais de David Schweitzer e Isobel Waller-Bridge.” – David ‘Mad Dog’ Bradley, Adelaide Review.

“Não é uma felicidade perfeita, mas é uma diversão agradável.” – Luke Goodsell, ABC News (Austrália).

“Um excelente elenco de jovens talentos britânicos, figurinos de cair o queixo e uma interação agradável de música e comédia – esta é uma terra para a qual você vai querer fugir de novo e de novo.” – Fiona Underhill, JumpCut Online.

“Jane Austen fala conosco tão claramente agora como ela fez cerca de 200 anos atrás. Talvez o que é retrô não seja tão retrô, afinal.” – Peter Rainer, Christian Science Monitor.

“Agora, a fotógrafa norte-americana Autumn de Wilde, dirigindo pela primeira vez, eleva a fasquia a um novo nível, graças à grandeza do design desta versão, à destreza com que ela orquestra seus absurdos e à inteligência do roteiro.” – Sandra Hall, Sydney Morning Herald.