Ator de Big Little Lies confessa constrangimento em cenas de sexo violento com Nicole Kidman

Alexsander Skarsgard e Nicole Kidman em cena de abuso em Big Little Lies (Imagem: Reprodução/HBO)

Um dos temas mais delicados tratados na primeira temporada de Big Little Lies são as constantes sessões de abuso sexual sofridas por Celeste Wright, personagem de Nicole Kidman, pelo seu próprio marido Perry Wright, vivido por Alexsander Skarsgard, que confessou como se sentiu incomodado em protagonizar as sequências violentas, durante entrevista ao programa de rádio Kyle and Jackie Show. 

“Nicole Kidman não é só uma atriz incrível, ela também é uma mulher muito amável, generosa e doce. Então, é claro, fazer essas cenas foi horrível. Absolutamente horrível”, revelou o ator. 

Skarsgard disse ainda que precisou criar um laço de intimidade com Kidman para poder realizar o trabalho sem maiores constrangimentos. “Nicole e eu passamos um tempo juntos para construir confiança antes de gravar essas cenas”, disse. 

“Algumas delas são muito violentas, muito físicas, e psicologicamente exaustivas”, desabafou ele que fez tão bem as cenas, que a parceria rendeu aos dois atores a vitória de Emmys, por suas atuações. 

Personagem retorna na segunda temporada (com spoilers)

Big Little Lies está na segunda temporada traz Perry, personagem de Skarsgard, morto no ano anterior, de volta através de flashbacks e lembranças da viúva Celeste Wright. Em entrevista ao The Hollywood Reporter, o intérprete do personagem comentou sobre isso. 

“Existe mais sobre o passado de Perry na segunda temporada. Você entende o relacionamento dele com a mãe e o que ele passou quando criança. E isso explica um pouco mais sobre como ele terminou nesse lugar super sombrio e com essas características violentas”, disse. 

Produzida e exibida pela HBO, Big Little Lies conta ainda com Meryl Streep, Reese Witherspoon, Laura Dern, Zoe Kravitz e Shailene Woodley.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.