Ator de Glee pede desculpas a Melissa Benoist por agressão no passado

LOS ANGELES – DECEMBER 14: “Bizarro” –Kara (Melissa Benoist, right) grows closer with Cat’s son, Adam (Blake Jenner, left), on SUPERGIRL. (Photo by Monty Brinton/CBS)

Blake Jenner conhecido por seu papel em Glee, resolveu fazer um pedido público de desculpas e falou sobre as acusações de abusos e violência doméstica, feitas indiretamente por sua ex-namorada, Melissa Benoist, que interpreta a Supergirl, há cerca de 11 meses. O ator de 28 anos, compartilhou uma extensa declaração no Instagram na última quinta-feira, 08 de outubro, em que finalmente falou sobre o caso. 

“Nos últimos onze meses, tenho pensado em como lidar com uma situação pessoal tornada pública no final de 2019”, começa a postagem. “Assumo total responsabilidade e responsabilização pela dor que infligi durante meu relacionamento com minha ex-parceira – emocionalmente, mentalmente e sim, fisicamente. […] Dois anos antes do fim do nosso relacionamento, houve uma vez em que minha parceira e eu estávamos em uma discussão que ficou mais intensa, e em um momento de frustração, enquanto eu estava no corredor e ela no nosso quarto, eu atirei meu celular sem direção e acertei minha antiga parceira no rosto. É um momento do qual vou me arrepender pelo resto da minha vida”, escreve Jenner, acrescentando: “Se eu pudesse fazer qualquer coisa para retirá-lo, eu o faria”.

Mas o ator que foi descoberto no reality The Glee Project prossegue: “Sem me absolver de qualquer responsabilidade, é importante entender que houve abuso mental, emocional e físico infligido de ambas as partes… Eu pensei muito sobre se ou não falar abertamente sobre a dor que minha ex-parceira me infligiu ao longo desse relacionamento; e cheguei à conclusão de que sim, é importante para mim fazê-lo”. Jenner alega que foi “obrigado a deixar vários empregos” por causa do ciúme de Benoist e “desencorajado e ameaçado de não desenvolver relacionamentos e tirar fotos com colegas de elenco em eventos profissionais”. 

Ele afirma que Benoist ameaçou se machucar e abusou verbalmente, emocionalmente e fisicamente dele, incluindo em um incidente no chuveiro que “[me deixou] com uma lesão traumática que não quero aprofundar neste momento”. Blake fez uma participação na primeira temporada de Supergirl, programa protagonizado pela ex. “Eu fui verbalmente e emocionalmente abusado por tudo, desde a família em que nasci às roupas que usava em ensaios fotográficos. Eu fui arranhado. Eu fui estapeado. Eu tomei soco na cara, o que causou uma viagem ao hospital para tratar meu nariz quebrado. Quero deixar uma coisa bem clara: nada disso tem a intenção de servir como uma desculpa, mas são na verdade conclusões que tive ao longo do meu processo de cura e de reconhecimento com tudo que se passou tanto neste relacionamento quanto na minha vida”.

“Também há discrepâncias entre as lembranças de nosso relacionamento”, continua a declaração de Jenner, “sua linha do tempo e as coisas que aconteceram ao longo dos anos. Entrar em detalhes não seria apenas revelar coisas que acredito que minha ex-parceira gostaria que fossem respeitadas no que se refere à sua vida pessoal, mas inevitavelmente transformaria isso em uma espécie de confronto ela-disse-ele-disse – e isso é a última coisa que acredito que alguém deseja. Acho que o que estou tentando chegar é que esse relacionamento – em toda a sua toxicidade e turbulência – foi o produto de duas pessoas quebradas ao longo de anos”. Ele encerra com outro conjunto de desculpas: “A desculpa mais importante se estende — na época e agora — à minha antiga parceira. Eu sinto muito. Há muitas coisas que eu gostaria de ter feito diferente”. Sem nomear Jenner, Benoist falou em um vídeo no Instagram sobre a violência que havia sofrido