Ator fala sobre batalha entre Deus e os irmãos Winchester no final de Supernatural

Rob Benedict em Supernatural
Rob Benedict em Supernatural (Divulgação)

Lentamente Supernatural se encaminha para os seus momentos finais. Como já é sabido, a décima quinta temporada será a última do show, e Rob Benedict, falou sobre o destino de seu personagem em entrevista ao site TV Guide. Na trajetória dos irmãos Winchester, ele interpreta Chuck, ou simplesmente Deus.

No episódio exibido na última quinta-feira na TV americana, Castiel (Misha Collins) empurrou as memórias de Chuck em Miguel quando o arcanjo estava no corpo de Adam (Jake Abel), e com isso os olhos dele se abriram para quem realmente é seu ‘pai’. Tudo o que ele passou a se lembrar o abalou de tal forma que ele quase provocou um terremoto dentro do bunker dos irmãos protagonistas.

Até então como vilão, Miguel deu aos Winchester um feitiço para neutralizar Chuck, assim como o mesmo fez com sua irmã Amara (Emily Swallow) há algumas temporadas (Amara era considerada uma sombra, um contraponto de Deus), o que não é bom, já que a figura religiosa precisa de aliados em sua luta contra os demônios que saíram todos do inferno no final temporada 14.

“Acho que Chuck está preocupado com isso [perder a lealdade do arcanjo Miguel], mas ele também está mais focado em Sam [Winchester], com quem ele tem algum tipo de conexão com essas feridas que ambos têm nos ombros. É aí que o foco principal de Chuck está agora”, explicou Rob Benedict.

E claro que o personagem deveria estar preocupado com Sam [spoiler] que devido aos ferimentos passou a enxergar alguns passos de Chuck, o que lhe daria vantagens na luta contra Deus. Além disso, Deus, como o criador do universo, está em seu momento mais fraco já que teve seu receptáculo ferido como nunca aconteceu antes.

“Ele está realmente preocupado com isso”, disse Benedict. “Essa é a única coisa que o impede de estar inteiro agora, então seu principal objetivo é tentar remediar isso para que ele tenha mais poder”.

No final do episódio, Chuck levou Sam e Eileen (Shoshannah Stern) a aparecerem em uma garagem vazia, onde ficaram cara a cara com o ser onipotente. Embora não esteja claro por que Chuck os atraiu para um local desconhecido, Benedict notou a importância desse momento, pois ele o define como “bastante épico”, apesar de jurar não saber como a série vai terminar.

“O que é hilário é que sei muito pouco. Ainda não me disseram como tudo termina, mas posso imaginar que haverá um grande impasse. Acho que tudo está levando a algo bem grande. Com toda essa tensão que está acontecendo agora, espero que tudo isso leve a um grande final que envolva Chuck contra os Winchesters e todos os aliados dos Winchesters. Acho que seria legal e gratificante para o público e para nós, atuar nisso”, finalizou ele que disse ainda querer atuar novamente ao lado de Mark Pellegrino, que interpretou Lúcifer em várias temporadas.

bostancı escort