Ator John Cusack é alvo de agressão policial durante manifestação nos Estados Unidos

John Cusack
John Cusack (Divulgação)

O ator John Cusack foi um dos manifestantes que acabou enfrentando a reação agressiva da polícia no último sábado, 30 de maio. Nos Estados Unidos, pessoas saíram às ruas para manifestar sua revolta contra a truculência da polícia, responsável por agredir e matar um homem negro, George Floyd. O movimento ganhou praticamente todas as cidades americanas, e o ator resolveu documentar os protestos em vídeo.

Ele estava em Chicago quando relatou no Twitter: “É horrível lá fora, todo mundo está no limite, coisas queimando…”. De bicicleta, o ator fotografava e filmava tudo até ser abordado por um policial que grita no vídeo: “Dá o fora daqui”. É possível ouvir o som de algo que parece um cassetete batendo no veículo de Cusack várias vezes.

Ele explicou através das redes sociais: “Esses eram alguns oficiais da paz – que gentilmente afinavam minha bicicleta com seus cassetetes. Os policiais não gostaram de me ver filmando um carro pegando fogo e vieram até mim com cassetetes, bater em minha bicicleta, aqui está o áudio”, disse ele afirmando também que a polícia estava usando spray de pimenta para afastar as pessoas, inclusive em membros da imprensa.

“Ficaria muito surpreso se este fosse um evento de um ou dois dias. Este pode muito bem ser o começo do fim da era repugnante de Trump [sic]. Graças a Deus, parece que muitas ondas de indignação estão vindo à tona. Um pico: na maior parte do dia as pessoas queriam chegar a Trump Tower. Esperto que as pessoas tentem se manter seguras, foi horrível, mas foi o que vi hoje”.

Outro ator que foi agredido pelos policiais foi Kendrick Sampson, conhecido por seu papel em The Vampire Diaries. Também através das redes sociais, ele mostrou quando recebeu tiros de bala de borracha e também batidas com cassetetes.

Comentários