Ator traz triste notícia para os fãs sobre a série Messiah

Série Messiah na Netflix (Divulgação)

Messiah estreou na Netflix em janeiro deste ano e já foi cancelada logo na primeira temporada. A informação veio através de Wil Traval, que interpreta Will Mathers na série. Em uma publicação no Instagram ele escreveu: “Hoje é um dia muito triste. Acabei de receber a notícia da Netflix de que não haverá uma segunda temporada de Messiah. Queria agradecer a todos os fãs pelo seu apoio e amor. Gostaria que as coisas fossem diferentes”.

Messiah contou com dez episódios. Na trama mostrou como o mundo moderno reagiu quando um homem surgiu no Oriente Médio realizando coisas consideradas como milagres. Contudo, as pessoas não conseguiam dizer se ele era um agitador político ou um mensageiro divino. A lenda do homem passa a aumentar após ele sumir misteriosamente de um interrogatório israelense. O elenco contou com Mehdi Dehbi, Michelle Monaghan, John Ortiz, Dermot Mulroney e Beau Bridges.

No IMDb, Messiah conseguiu a nota 7,7 / 10. No Rotten Tomatoes teve 44% de aprovação da critica especializada e 88% de aprovação do publico geral. Confira abaixo algumas outras avaliações sobre a primeira e única temporada de Messiah:

“A série é muito mais convincente pelo fato de não lhe dizer em que acreditar, de um jeito ou de outro, e geralmente permite que os espectadores se decidam sobre se o misterioso líder culto é milagroso ou um mito” – Lacy Baugher, Den of Geek.

“Apesar de alguns episódios lentos, o Messias é um relógio absorvente, pressionando vários botões altamente contemporâneos” – Adam Sweeting, The Arts Desk.

“Ao tentarem cobrir todas as bases possíveis e manter uma ambiguidade fabricada, eles tornam Al-Masih pouco mais do que uma cifra que sorri beatificamente em um momento, malevolente no seguinte” – Steve Murray, ArtsATL.

“O criador da série australiana, Michael Petroni, expande bastante, e os diretores australianos James McTeigue e Kate Woods parecem igualmente à vontade com os grandes cenários, enquanto se aprofundam no caráter e no passado. Surpreendentemente viciante” – Brad Newsome, Sydney Morning Herald.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.