Atores de Game of Thrones e Lost são diagnosticados com coronavírus

Lost (Imagem: Divulgação)

Os atores Indira Varma, de Game of Thrones, e Daniel Dae Kim, de Lost, Hawaii Five-O e Hellboy, são mais dois artistas que confirmaram terem testado positivo para o novo coronavírus.

“É muito triste que o nosso e vários outros programas tenham sido afetados pela pandemia de Coronavírus. Esperamos voltar em breve. Eu estou de cama e não tem sido legal. Fiquem seguros e saudáveis e sejam gentis”, disse a atriz, que no momento grava o seriado For Life, em suas redes sociais.

Já Daniel, publicou: “Ei, pessoal, ontem eu fui diagnosticado com a covid-19. Parece que ficarei OK, mas eu quis dividir minha jornada com vocês, espero que seja útil”.

“Curiosamente eu estava filmando um papel em que faço um médico que trata de pacientes durante uma pandemia de gripe”, adicionou ele, que completou:

“O teste foi desconfortável, mas valeu a pena. Hoje, apesar de não estar 100%, estou quase lá”.

Daniel Dae Kim ainda fez um alerta. “Para os jovens que acham que não é sério, saibam que é. Se vocês não tomam cuidado, arriscam a vida de muita gente, inclusive seus amados”, registrou.

Falando em Lost, Evangeline Lilly foi muito criticada por não respeitar o isolamento social solicitado para conter o vírus. “Levei meus filhos para o acampamento de ginástica. Eles lavaram as mãos antes de entrarem lá. Estão rindo e brincando”, disse ela em suas redes, sendo massacrada em seguida pelos seguidores.

“Eu tenho dois filhos jovens. Algumas pessoas valorizam suas vidas em vez da liberdade, outras a liberdade em vez da vida. Nós todos fazemos escolhas. Em todo ano de eleição ‘surge’ alguma coisa”, retrucou ela, que ainda fez um longo desabafo:

“Acho que todos nós temos que dar uma acalmada, respirar e olhar os fatos que estão nos apresentando. Eles não apontam para uma reclusa global, pandemia e essa insanidade que estamos vivendo. Eu espero que as pessoas encontrem paz e sanidade. Estou conversando diariamente com amigos e estou sempre reconsiderando minha posição. O momento que estamos agora é muito parecido com a Lei Marcial [substituição das leis e autoridades civis de uma nação por leis militares ou militarizadas] para o meu gosto, tudo em nome de uma gripe. É desanimador. (…). Vamos ficar de olho nos nossos governantes e prestar atenção para que não se aproveitem desse momento para nos roubar mais liberdade e ter mais poder.”.

Jornalista especializado em entretenimento, consumista de streaming e cinemaníaco de carteirinha.