Atriz de Meninas Malvadas revela por que recusou papel em Guardiões da Galáxia

Amanda Seyfried (Foto: Divulgação)
Amanda Seyfried (Foto: Divulgação)

Uma das personagens de maior destaque em Guardiões da Galáxia (Guardians of the Galaxy) é Gamora, interpretada por Zoe Saldaña. Contudo, o papel da heroína quase foi vivido por Amanda Seyfried, que ficou conhecida por interpretar Karen Smith em Meninas Malvadas (Mean Girls). Em uma entrevista para o site Comic Book, Seyfried explicou o motivo de ter desistido do papel.

Questionada sobre o motivo de ter desistido do papel de Gamora no Universo Cinematográfico da Marvel, Amanda Seyfried respondeu: “Penso nisso com frequência”, começou a atriz com uma grande risada. “Eu realmente não assisto muitos filmes da Marvel, e acho que é por isso que eu fiquei tipo ‘Ah, eu não quero ser verde. É tanto trabalho’. Lembro-me de Jennifer Lawrence falando uma vez, quanto tempo levou para ela ficar azul. E eu fiquei tipo, ‘Isso parece um inferno na terra’, porque então você começa a se sentar e fica lá apenas por algumas horas, e então você tem que tirar tudo. E esse foi literalmente o motivo”.

Apesar de não ser uma fãs de filmes de heróis, Seyfried ainda relatou que a filha aprendeu a amar livros de super heróis: “Não são filmes, são livros de super heróis que meu amigo Morris Katz escreveu aos montes, e as crianças adoram. É sobre ser gentil, e o que cada super-herói faz. E o que lemos hoje é sobre vilões. Ela está carregando esse livro. E é apenas, quero dizer, que ela está interessada em Raven agora. Tipo, ela gosta de ser Raven no chuveiro, mas eu não acho que ela saiba o suficiente sobre o que todo mundo faz, mas ela sabe como eles são e quais são seus poderes. Eu acho que é legal. Eu acho que esses livros são geniais. Mas não, ela não viu qualquer filme “.

Atualmente Amanda Seyfried está no terror You Should Have Left, que foi lançado em 18 de junho. O filme segue a história de um ex-banqueiro, sua esposa e sua filha que decidem passar as férias em uma casa moderna e isolada no interior do país de Gales, onde nada é o que parece.