Atriz de Riverdale detona série e diz que ela só coloca negros para ‘cumprir cota’

Bernadette Beck e Vanessa Morgan durante gravações de Riverdale
Bernadette Beck e Vanessa Morgan durante gravações de Riverdale (Divulgação/ The CW)

Dois meses depois que Vanessa Morgan falou sobre a falta de bons papéis para atores negros em Hollywood, e como Riverdale, usava pessoas não brancas como forma de escada para os protagonistas, outra atriz do elenco da série adolescente resolveu se manifestar e falar sobre o assunto. Bernadette Beck, que vive a personagem Peaches N’ Cream.

Aos 26 anos, ela aparece desde a terceira temporada como membro do grupo das Venenosas, na qual Toni faz parte. Segundo a atriz, sua personagem não é simpática, e principalmente não tem uma história, o que faz com que os fãs do programa, em sua maioria adolescentes apaixonados que acabam enchendo o elenco de mensagens, tenham tido ódio dela.

“Eu me tornei uma personagem muito improvável e, portanto, uma pessoa improvável aos olhos das pessoas”, disse a atriz, que é nativa do Rein Unido em uma entrevista ao Elle.com nesta semana. “Entendi que sempre há protagonista e antagonista, mas nunca tinha muito enredo ou desenvolvimento de personagem suficiente para ser considerado um antagonista. Fui, sem motivo, retratada sob uma luz muito negativa e pouco atraente”, disparou ela.

“Eu não sou a primeira atriz negra a aparecer no set, ficar lá, mascar chiclete e parecer atrevida e mesquinha. Eu sinto que estava lá apenas para cumprir uma cota de diversidade. É apenas para cumprir pontos”, continuou ela que lembrou ainda durante a entrevista que presença no set nunca parece ser valorizada.

“Fui completamente esquecida na cena mais de uma vez. O diretor saía do set e eu tinha persegui-lo porque não tinha ideia de onde ficar, como era a marcação, o que fazer, simplesmente porque não tinha recebido nenhuma instrução. Você não pode tratar as pessoas como invisíveis e depois dar um tapinha nas costas por cumprir sua cota de diversidade para o dia”. Beck disse que a falta de personalidade de sua personagem é basicamente um problema da indústria do entretenimento com todas as pessoas negras, e que isso faz com que outras produções não vejam potencial em atores negros, por outra lado, ela disse que o tempo de tela que os brancos ganham fazem com que sejam amados pelo público que acaba esgotando ingressos para convenções onde eles estejam.