Autor de Pokémon passou a beber e se encher de calmantes por causa do anime

Takeshi Shudo, autor de Pokémon
Takeshi Shudo, autor de Pokémon (Reprodução/ Twitter)

Mesmo sendo um anime com fortes bases infantis, Pokémon acabou levando seu autor original, Takeshi Shudo a lugares sombrios em sua vida pessoal. Ele foi responsável pelas melhores temporadas do programa (as primeiras), e escreveu em seu blog pessoal antes de sua morte, que o anime o levou a ingerir bebida alcóolica e tomar remédios com maior frequência.

A informação veio à tona recentemente, quando uma nova tradução do site de origem foi feita, e mostrou que o escritor não tinha medo de compartilhar seus pensamentos sobre o desenho estar intimamente ligado às suas fraquezas. Se antes, essas informações não eram claras, agora, é notável que o trabalho fez com que ele tenha se habituado ao uso de tranquilizantes e álcool por causa do trabalho.

De acordo com Shudo, ele foi a um bar à beira-mar enquanto trabalhava no primeiro roteiro do filme de Pokémon para aprender mais sobre os marinheiros e seus estilos de vida. Foi lá que ele bebeu bastante, apesar de seu médico avisá-lo para não fazer isso. Curiosamente, a razão de Shudo não era para se divertir.

“O álcool me ajuda a entender todas as linhas de diálogo girando na minha cabeça e para clarear minha mente quando ela está difusa e dispersa. Por alguma razão, quando estou bebendo, posso fazer a estranhos as perguntas mais pesadas que não faria normalmente. Deve ser esse tipo de mentalidade que diz: ‘pessoas são pessoas’, ‘eu sou eu’, então, não importa o que alguém diga, isso não incomoda você”, explicou Shudo.

“Se não posso beber, tomo tranquilizantes (é claro os que você normalmente compra em uma farmácia, não substâncias ilegais). Quando fico um pouco chapado, isso me ajuda a resolver todos os meus pensamentos confusos”, continuou ele.

Acontece que Shudo encontrou uma maneira de medir seu consumo de álcool e coisas do gênero. Depois de saber até que ponto sua tolerância ia, o escritor escreveria histórias para Pokémon só depois que estivesse sob a influência. Foi isso que ajudou o escritor a entender o diálogo e as tramas que estava escrevendo. E mesmo depois de todo esse tempo desde que Shudo deixou o Pokémon, muitos dos episódios que ele escreveu permanecem como favoritos.