Autora de Friends desabafa sobre falta de diversidade na série

Friends
Friends (Divulgação)

A autora de Friends, Marta Kauffman participou do ATX TV, um encontro virtual que reuniu diversas escritoras, e showrunners de séries, como Julie Plec (The Legacies), e Caroline Dries (Batwoman). Kauffman revelou que se arrepende da falta de diversidade da popular comédia, e diz que faria diferente caso tivesse naquela época, no início de sua carreira, o conhecimento sobre o assunto que tem hoje.

De acordo com o site PageSix, ela chegou a ficar emocionada enquanto discursava: “Eu gostaria de saber na época o que sei hoje. Eu teria tomado decisões muito diferentes”, disse ela. O programa nos últimos anos, passou por muitas críticas devido à falta de diversidade étnica tanto dos protagonistas, como dos coadjuvantes, e convidados em participações especiais.

“Quero dizer, sempre incentivamos a diversidade em nossa empresa, mas não fiz o suficiente e agora tudo em que consigo pensar é o que posso fazer de diferente? Como posso tocar meu programa de uma nova maneira?”, disse ela, que também é responsável pelo roteiro da série Gracie & Frank, da Netflix.

“Essa foi a pílula mais difícil de engolir, porque eu também faço parte deste grupo”, respondeu Julie Plec, dizendo todas as séries em que ela esteve eram majoritariamente brancas.

Os atores de Friends chegaram a falar sobre o assunto este ano em algumas entrevistas, Lisa Kudrow, que interpretou a Phoebe por exemplo, foi questionada sobre o que faria diferente caso a série fosse gravada nos dias de hoje e respondeu: “Não seria um elenco todo branco, é óbvio”.

David Schwimmer, o Ross, em entrevista para o jornal The Guardian, em janeiro deste ano também falou sobre a situação: “Talvez devesse existir um Friends com elenco todo negro ou todo asiático, mas eu estava ciente da falta de diversidade e fiz por anos para que Ross namorasse mulheres de cor”, disparou.