Bacurau tem chances de representar o Brasil no Oscar? Lista do IndieWire responde

Bacurau (Imagem: Divulgação)

O filme Bacurau, de Kleber Mendonça Filho, surgiu em meio a outros títulos numa lista de pré-indicados ao Oscar. Na avaliação do IndieWire, a produção brasileira está entre os fortes candidatos a edição de premiação de 2021.

A produção estreou no Brasil em 2019, mas o fato de ter entrado no circuito comercial americano apenas no começo de 2020 faz do filme um candidato tecnicamente elegível ao prêmio.

Distantes do fogaréu da política brasileira, a crítica estrangeira pôde concentrar-se nos aspectos técnicos do filme de Mendonça Filho, que conquistou o prêmio do júri em Cannes ano passado.

A vitória quebrou um jejum do país no festival, 58 anos após O Pagador de Promessas, de Anselmo Duarte ser escolhido o primeiro filme brasileiro a levar a Palma de Ouro, em 1962.

No artigo, os críticos do IndieWire destacam o “espírito maravilhoso e louco” de Bacurau.  Outros pré-indicados ao Oscar são O Homem Invisível estrelado por Elisabeth Moss e “Destacamento Blood”, produção de Spike Lee para a Netflix.

Deixado de fora da corrida para representar o Brasil no Oscar de 2020 esta pode ser uma nova chance para a produção que, sobretudo, trouxe à consciência nacional o cinema de gênero do Brasil.

Em Bacurau, moradores de um povoado do sertão brasileiro descobrem que a comunidade sumiu do mapa, além de outros acontecimentos estranhos que fazem alguns habitantes da cidade entenderem que estão sendo atacados. Sônia Braga, Udo Kier, Bárbara Colen, Silvero Pereira e Karine Teles fazem parte do elenco da produção.

O filme concorreu a indicação do Festival de Cannes, Festival de Sydney, Festival de Munique e Festival de Lima, conquistando prêmios como Prêmio do Júri, Melhor Filme e Melhor Diretor.

A lista completa do IndieWire, incluisive, conta com muitos filmes que ainda nem chegaram a estrear no Brasil, como The Assistant e Never Rarely Sometimes Always. Dentre os que já chegaram por aqui estão o terror O Homem Invisível e produções da Netflix como Destacamento Blood e o documentário Crip Camp.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.