BARRACO! Atrizes de Charmed trocam farpas nas redes sociais por motivo político

Phoebe (Alyssa Milano) e Paige (Rose McGowan) em Charmed
Phoebe (Alyssa Milano) e Paige (Rose McGowan) em Charmed (Reprodução)

Barraco público? É disso que a gente gosta. As atrizes da antiga série Charmed, Rose McGowan e Alyssa Milano bateram boca online mais uma vez, com direito a acusações que remontam ao tempo que o programa ainda era feito. McGowan, de 46 anos, conhecida por seu ativismo, resolveu falar sobre política e criticou a Convenção Nacional Democrata, que segundo ela, não teria conseguido nada. Com isso, a ex-colega, de 47 anos, rebateu suas mensagens ao listar as conquistas que o partido Democrata teve ao longo dos anos. “Rose e qualquer um que murmure as mesmas bobagens de ‘demOcRaTs não ajudam as pessoas’, suas mentiras vão machucar pessoas menos privilegiadas do que você. É o tipo de coisa que uma fraude REAL faria. Milhares de pessoas morrem por dia, mas você continua com seus tuítes hiperbólicos na busca por atenção”, escreveu Milano.

Mas aí foi que o caldo entornou. McGowan acusou Milano de querer chamar atenção para si “roubando” o #MeeTooMovement, da fundadora Tarana Burke com uma falsa história de estupro, e ainda a falou sobre o comportamento tóxico da atriz no set da série, além de falar sobre o seu salário, já que ela havia tocado neste ponto anteriormente. “Você roubou o #metoo (uma ferramenta de comunicação brilhante, não um movimento) de Tarana. Você cooptou meu movimento, o Cultural Reset, para a fama, com inveja de mim por denunciar meu estuprador. Você ganhava 250 mil por semana em Charmed”

“Você teve um ataque na frente da equipe, gritando: ‘Eles não me pagam o suficiente para fazer isso…!'”, continuou. “Comportamento terrível no dia a dia. Eu chorava cada vez que renovávamos [o contrato] porque você tornou aquele set tóxico pra c****. Agora, saia da minha cola, sua fraude”, disparou ela, que ainda exibiu um print de tela que mostrava que Alyssa a havia bloqueado no Twitter depois disso. “Pessoas machucadas machucam pessoas. Fazer mais comentários não se alinha ao meu plano de bem-estar”, disse um representante de Alyssa Milano à revista People. Quando o movimento #MeeToo começou nos Estados Unidos, as duas atrizes se tornaram guerreiras declaradas. McGowan que já havia sofrido abuso sexual por parte de um produtor, viu a ex-colega tomar partido ficando ao lado do tal produtor e considerou no mínimo hipócrita quando ela quis fazer parte do movimento. “Eu não gosto dela”, disse McGowan em uma entrevista de 2018. “Porque acho que ela é uma fraude”.

ankara escort