Batwoman ajuda cidadã de Gotham em novo teaser da série solo

Batwoman ganha novo teaser (Imagem: Divulgação)

O canal CW divulgou um novo teaser da série solo da Batwoman, que tem estreia prevista para o segundo semestre deste ano. Nas novas imagens divulgadas, a heroína aparece oferecendo ajuda à moradora de Gotham.

Na trama, Ruby Rose é a protagonista que tem sede por fazer justiça, além de expor o seu talento para dizer a sua opinião sobre os acontecimentos ao seu redor. Com a identidade anônima como Kate Kane, ela se transforma na Batwoman revelando-se uma lutadora treinada para acabar com qualquer ressurgimento da criminalidade na cidade.

Apesar da sua missão em uma cidade que clama por um salvador, ela não se considera uma heroína, antes de abraçar o chamado para ser o símbolo de esperança de Gotham.

David Nutter, será o diretor do primeiro episódio da série. O profissional já é conhecido por integrar equipes como Game of Thrones, The Flash e Arrow. Greg Berlanti é o produtor-executivo e Caroline Dries retorna como showrunner e roteirista.

Além de Rose, Meagan Tandy (Teen Wolf), que interpreta Sophie Moore, uma segurança particular e amiga pessoal de Kate. Camrus Johnson (Luke Cage) na pele de Luke Fox, filho de Lucius Fox, e Nicole Kang (You) interpretará Mary Hamilton, irmã adotiva de Kate Kane.

Ruby Rose conta sobre preconceito que recebeu ao revelar sua sexualidade

Assim como a sua personagem na série, Ruby Rose também se identifica como LGBT, mais precisamente não-binária. Em entrevista à Entertainment Weekly, ela lembrou do preconceito sofreu quando revelou que se relacionava com mulheres.

“Eu vim para os EUA para ser atriz, e eu nem consegui um agente ou empresário, então fiz um curta-metragem baseado na minha vida porque tive tempo. Eu coloquei na internet, só pra mostrar que era algo que eu queria fazer’, e acabou viralizando de forma que eu não esperava. E aí tive a oportunidade de fazer teste em Orange is the New Black, pois queriam uma personagem de gênero neutro. Mas eu também tive preconceito. E é quando você percebe que precisa usar a terminologia. Quando eu fui escalada para ser uma lésbica em Batwoman, eu não sabia que, sendo mulher não-binária significava que eu não podia ser lésbica, pois não sou mulher – não considerada lésbica”, afirmou.

Assista ao novo teaser:

https://youtu.be/PWNUTTPGKwQ

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.

bostancı escort