Beijo gay em novo Star Wars acontece, mas não da forma esperada

Star Wars
Star Wars: A Ascensão Skywalker (Reprodução/YouTube – Star Wars Brasil)

Muitos se questionaram ao longo da realização do novo Star Wars, o filme Star Wars: A Ascensão Skywalker, se haveria um beijo gay na produção. As questões de representatividade eram exigidas por muitos fãs. Depois de informações desencontradas e muito burburinho, ficou confirmado, como aponta o site UOL, que o beijo acontece. Entretanto, não da forma como era esperado por muitos.

Anteriormente, muitos acreditavam que o beijo aconteceria entre dois homens e, provavelmente, os personagens Poe Dameron (vivido pelo ator Oscar Isaac) e Finn (interpretado por John Boyega). De acordo com as informações do UOL, duas integrantes da Resistência surgem dando um beijo em um momento de comemoração. As personagens são secundárias e a cena passa rapidamente pela tela.

Ainda não se sabe se o público vai aprovar a cena, já que muitos esperavam algo a mais na relação entre Poe e Finn. Em entrevista ao site de notícias de entretenimento ScreenRant, o ator Oscar Isaac contou que defendeu um relacionamento amoroso entre os dois referidos personagens. Ele afirmou que gostaria de ter visto isso ocorrer em filmes anteriores, mas o desejo não foi atendido.

“Pessoalmente, queria que isso tivesse sido explorado em outros filmes, mas eu não tenho controle sobre isso. Parecia uma progressão natural, mas, infelizmente, estamos numa época onde as pessoas têm medo de… Não sei de quê. Mas, se eles fossem namorados, seria muito legal”, disse o ator na entrevista concedida ao site ScreenRant. E, antes disso, o diretor J. J. Abrams já havia desmentido uma relação amorosa entre os dois.

Esse relacionamento é muito mais profundo do que o romântico. É um vínculo profundo que esses dois têm. Não apenas pela maneira como eles se conheceram, mas também, por sua disposição de serem tão íntimos quanto eles são, por mais medo que tenham, por mais inseguros que sejam, e ainda sejam ousados e corajosos”, disse o diretor, em entrevista ao site da revista Variety.

Apesar disso, ele indicou que as questões de representatividade estariam inseridas de alguma forma no filme. “Era importante para mim que as pessoas que fossem assistir ao filme se sentissem representadas mais amplamente. Mas não vou revelar nada sobre o que acontece no longa-metragem”, disse Abrams, e, desta vez, em entrevista a outro site, o ComicBook.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.

bostancı escort