Bom Dia, Verônica: Tainá Müller revela o maior desafio para interpretar protagonista da série

Tainá Müller protagoniza Bom Dia, Verônica (Imagem: Divulgação/Netflix)

Bom Dia, Verônica é a mais nova produção brasileira a chegar à Netflix. O drama policial estrelado por Tainá Muller ficou disponível a partir da última quinta-feira (1). Nele a atriz de 38 anos interpreta Verônica, investigadora encarregada de caçar um serial killer e estuprador em série. Em entrevista ao portal Splash, do UOL a atriz comentou os maiores desafios para viver a personagem. 

Uma das dificuldades com que topou logo de cara foi a de ter que lidar com armas de fogo. “Foi bem difícil manipular arma, eu já tenho uma resistência absoluta. Sou completamente contra, nunca dei arminha para meu filho brincar. Tenho rejeição. Essa parte foi um desafio muito grande, é muito diferente de mim. Mas Verônica tinha que ser uma mulher preparada para a guerra”, contou ela.

A tal guerra travada pela investigadora não ocorre apenas nas ruas, mas dentro da própria estrutura policial capaz de reproduzir o machismo que brutaliza mulheres, segundo Muller, a guerra de Verônica é também uma batalha pessoal.

“Além da empatia com a dor dessas mulheres, ela carrega a própria dor. Mesmo sendo uma personagem muito proativa, cheia de energia, ela já tinha atentado contra a própria vida. Isso é presente na personalidade dela, um drama familiar muito forte e uma tragédia que a acompanha onde quer que esteja”, analisou Tainá.

Bom Dia, Verônica é baseada no romance homônimo de autoria da criminologista Ilana Casoy e Raphael Montes. A série está disponível na Netflix, desde a última quinta-feira (1º) e gira em torno de uma policial, interpretada por Tainá Müller, que passa a investigar o caso de um golpista que engana vítimas na internet e acaba descobrindo que mantém a Janete, personagem de Camila Morgado, em cárcere privado.

Verônica, então, entra em uma verdadeira operação para convencer essa vítima de violência doméstica a prestar queixa contra o marido. Porém, encontra resistência da mulher que acredita ser a responsável pelos maus-tratos, já que não é capaz de engravidar para dar um herdeiro ao seu agressor, que acredita que o filho seria a sua grande realização.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.