BOMBA! Novas cenas do Snyder Cut serão gravadas; saiba quais atores estão confirmados

Mulher-Maravilha (Gal Gadot), Batman (Ben Affleck) e Flash (Ezra Miller) em Liga da Justiça
Mulher-Maravilha (Gal Gadot), Batman (Ben Affleck) e Flash (Ezra Miller) em Liga da Justiça (Divulgação)

Uma das maiores histórias de Hollywood dos últimos anos atende pelo nome de Snyder Cut, o corte do diretor Zack Snyder para o filme Liga da Justiça, do qual foi afastado após a morte de sua filha em 2017. Após uma massiva campanha, os fãs conseguiram chamar a atenção da Warner (através da WarnerMedia) e fazer com que o projeto ganhasse um investimento milionário para que fosse finalmente lançado pelo HBO Max, plataforma de streaming lançada há alguns meses. E parece que as novidades não param por aí.

Na ocasião do anúncio do Snyder Cut, batizado oficialmente como Director’s Cut of Justice League (Liga da Justiça – Corte do diretor, em tradução livre) poucas dúvidas foram respondidas, com o cineasta chegando a dizer em uma participação em um podcast posteriormente que não gravaria novas cenas com os atores, porém de acordo com uma nova matéria do site The Hollywood Reporter, estão programadas para o mês de outubro, novas filmagens, e o melhor, que trarão de volta estrelas que pareciam que não dariam mais o ar da graça como Ben Affleck, e Henry Cavill.

O primeiro havia dito que não interpretaria mais o Batman depois de tudo o que passou, chegando a dizer que os problemas no set de Liga da Justiça (comandados por Joss Whedon após o afastamento de Snyder) fizeram com que ele tivesse problemas com alcoolismo, mas acabou aceitando voltar a viver Batman no filme The Flash, e há boatos de que pode encarar um projeto de filme solo do herói.

Já Henry Cavill não tem um futuro garantido como Superman, pois a Warner não se pronuncia sobre um filme solo dele embora os fãs estejam pressionando o estúdio para um Homem de Aço 2. Mas sem dúvida, o caso mais interesse de retorno ao set é de Ray Fisher, que está numa briga contra a Warner Bros. Pictures devido aos maus tratos que recebeu de Whedon, com o aval dos chefões da empresa, algo que fez com que a WarnerMedia abrisse investigação interna. Liga da Justiça será lançada ano que vem, e Snyder garantiu que a empresa fará com que o filme chegue em lugares como o Brasil, onde o streaming ainda não opera.