Bomba! Séries podem ser encerradas após paralisação por coronavírus

Supernatural
Supernatural

A crise motivada pelo surto mundial do novo coronavírus pode acatar em ainda mais transtornos ao universo do entretenimento. Como sabido, estreias de filmes foram adiadas, da mesma forma que longas metragens e séries em produção tiveram os trabalhos suspensos.

Isso significa, obviamente, que temporadas de séries foram interrompidas e não se sabe quando as filmagens serão retomadas. E isso, perto do encerramento dos episódios nas levas atuais. E como não se sabe quando o surto vai amenizar e, portanto, quando as pessoas poderão voltar com segurança aos estúdios, cogita-se encerrar as temporadas dos seriados conforme estão.

Ou seja, com menos episódios. A informação é da Vulture, que ouviu fontes ligadas ao mercado e que disseram exatamente isso. “Sendo realista, todas as séries que pararam as produções estão encerradas por agora”, falou um profissional.

Conforme publicado pelo site Omelete, fontes relataram que executivos de pelo menos quatro séries já falaram claramente que para a leva atual os trabalhos não serão retomados. Porém, não há informações sobre quais enredos se tratavam.

Existe a expectativa de que pelo menos Grey’s Anatomy e Supernatural tenham desfechos, especialmente a segunda, que encontra-se em sua última temporada.

Vale lembrar, a Netflix deu ideias do que assistir durante quarentena por coronavírus. Veja as opções disponibilizadas pelo principal serviço de streaming do mundo:

Skins
Being Mary Jane
The West Wing
Shameless
Once Upon A Time
Kim’s Convenience
The 4400
Forensic Files
Dexter
That 70s Show
Gotham
Greenleaf
Charmed
Weeds
Sherlock
NCIS
Lost Girl
The Bachelor
The 100
Scandal

A lista possui séries já canceladas, mas é uma forma da plataforma mostrar que há opções para quem terminou ou está perto de maratonar suas produções preferidas, e assim não ficar sem o que assistir durante o período de isolamento. Cabe destacar, não há previsão para o surto amenizar e a situação voltar ao normal. Na China, o país já conseguiu controlar o avanço do vírus.

Jornalista especializado em entretenimento, consumista de streaming e cinemaníaco de carteirinha.