Bomba! Stranger Things pode ter nova temporada adiada

Stranger Things
Stranger Things é renovada para a 4ª temporada (Reprodução/YouTube – Netflix Brasil)

O novo coronavírus está atingindo fortemente o mundo do entretenimento e uma das próximas vítimas pode ser Stranger Things, série de sucesso mundial da Netflix.

O serviço de streaming já anunciou a paralisação de diversas atrações por conta do surto, e a quarta temporada da atração pode sofrer as consequências, já que pode acabar adiada devido ao atraso na produção da nova leva de episódios, segundo o Observatório de Cinema.

Como sabido, as gravações de Stranger Things ocorrem desde fevereiro, na Lituânia. Ou seja, com os trabalhos pausados, a expectativa dos fãs de que a provável temporada final seja lançada entre novembro ou dezembro, pode ir por água abaixo, mesmo porque as empresas de entretenimento só devem retomar os trabalhos quando o atual caos tiver chegado completamente ao fim.

Ainda conforme a publicação, com um tempo de produção de cerca de oito meses por temporada, é possível que Stranger things somente seja disponibilizada em maio de 2021; A Netflix ainda não se manifestou a respeito.

A propósito, Finn Wolfhard falou sobre a volta de Hopper. “Acho que foi planejado, porque há um certo tempo até que as pessoas descubram que David Harbour está de volta ao set e começam a falar sobre isso. Eu acho que a Netflix meio que cortou isso pela raiz muito cedo. Eu nem sabia que o trailer estava saindo até o momento em que eu o publiquei no Instagram! Então eu estava empolgado. Eu sabia que Hopper estava vivo, eu simplesmente não sabia que o trailer sairia. Então agora estou realmente empolgado para que todos vejam”, comentou em entrevista à NME.

“Estamos empolgados em confirmar oficialmente que a produção de Stranger Things 4 está em andamento – e ainda mais empolgados em anunciar o retorno de Hopper! Embora nem todas sejam boas notícias para o nosso “americano”; ele está preso longe de casa, no deserto nevado de Kamchatka, onde enfrentará perigos tanto humanos… quanto outros. Enquanto isso, nos Estados Unidos, um novo horror está começando a surgir, algo enterrado há muito tempo, algo que conecta tudo”, se pronunciou a Netflix em comunicado.

Jornalista especializado em entretenimento, consumista de streaming e cinemaníaco de carteirinha.