Brad Pitt e Gwyneth Paltrow (Reprodução)

O astro Brad Pitt não é apenas conhecido por ser um talentoso ator e produtor, mas também por seus diversos relacionamentos com algumas das maiores e mais belas celebridades de Hollywood, famosamente Jennifer Aniston e sua última esposa Angelina Jolie. Brad, porém, revelou em nova entrevista que precisou intervir quando o produtor Harvey Weinstein assediou uma das suas namoradas.

Os escândalos envolvendo Weinstein parecem realmente não ter fim. Afastado da indústria após dezenas de acusações de assédio moral e sexual, ele é agora protagonista de uma nova polêmica envolvendo Pitt e sua então namorada Gwyneth Paltrow. Em nova entrevista à rede CNN, o ator explicou que precisou intervir e proteger Gwyneth quando em 1995, aos 22 anos, ela foi vítima de abuso por parte do produtor.

Ao se encontrarem para uma “reunião de negócios” no seu quarto de hotel em Beverly Hills, Harvey a tocou inapropriadamente e sugeriu que eles “fizessem uma massagem”. A atriz relatou o caso a Brad, que ao encontrá-lo durante a estreia de uma peça na Broadway disse claramente: “Se você fizer ela se sentir desconfortável novamente, eu te mato“.

Foi como jogá-lo contra a parede, basicamente. Foi fantástico porque o que ele fez foi, usar sua fama e poder pra me proteger quando eu ainda não tinha fama ou poder para proteger à mim mesma. Ele é o melhor”, afirmou Gwyneth.

Aliado

Já para Pitt, sua reação foi uma consequência da forma como foi criado. “Eu queria ter certeza que nada mais fosse acontecer, porque a Paltrow ainda tinha contrato pra mais dois filmes com ele”. O ator acredita que ações como o Movimento #MeToo estão realmente fazendo a diferença: “É interessante e importante que a dinâmica entre homens e mulheres no ambiente de trabalho, especificamente em Hollywood, estão sendo recalibradas”, finalizou.

Pitt estará em breve nos cinemas com “Ad Astra”, enquanto Paltrow será uma das estrelas da nova série “The Politician”.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui