Brec Bassinger, conta o que tornou cenas familiares de Stargirl tão especiais

“Brainwave” – nono episódio da primeira temporada de Stargirl (Imagem: Divulgação/ The CW)

A relação familiar é algo que sempre está presente na série Stargirl, sucesso do serviço de streaming DC Universe, que ganhou as telas do canal americano The CW. A heroína adolescente interpretada por Brec Bassinger descobriu que o pai não passa de um mal caráter e estreitou laços com seu padrasto que sempre quis estar mais próximo dela, mas sempre era barrado pela garota. Em uma entrevista ao site Collider, a atriz explicou o que tornam estas cenas em família algo tão especial.

“Eu amo o crescimento entre ela e Pat, ao longo da temporada. É como noite e dia, do primeiro ao último episódio, na maneira como eles interagem. Ao longo de sua vida, enquanto vimos que ela e sua mãe, e ela e seu padrasto, sempre sentimos a falta de uma figura paterna para Courtney porque ela tem esse sentimento de abandono. E mesmo que ela tenha se sentido muito dura nesta temporada, ver Pat finalmente preencher esse papel de figura paterna é muito bonito. Eu tenho dois irmãos mais velhos, então ver o relacionamento dela e Mike se desenvolver foi realmente ótimo. Eu amo isso. E Trae [Romano], que interpreta Mike, é a pessoa mais engraçada de todos os tempos, então eu amo qualquer cena que tenha a ver com ele”, explicou.

Falando ainda sobre o enredo da série, que formou uma nova Sociedade da Justiça com os heróis mais jovens, ela explica que eles ainda estão aprendendo a se organizar e como trabalhar em equipe:

“Nos episódios que antecederam isso, individual e pessoalmente, eles passaram por tanto que estão nesse estado bruto que os ajuda, de certa forma, porque eles têm essa motivação e motivação que vêm disso. Eles viram o verdadeiro mal, e isso apenas lhes dá o impulso de fazê-los querer parar ainda mais. Como você disse, eles ainda são novos em tudo isso, mas, dito isso, foi muito legal, no episódio 10, vê-los todos trabalhando juntos. Minha mãe me mandou uma mensagem e disse: ‘Uau, vocês finalmente parecem um verdadeiro grupo de heróis. Adoro ver isso’. Eu fiquei tipo, ‘Obrigado, mãe.’ Mas eles são. Eles aprenderam muito. Mesmo sendo considerados novatos, estão aprendendo a trabalhar juntos como uma equipe, e é apenas na hora certa”.