Supernatural
Em cena de Supernatural, o ator Jared Padalecki, que atuou no último filme de Sexta-Feira 13, levado aos cinemas em 2009 (Reprodução/The CW Television Network)

Continua a disputa judicial pelos direitos autorais de Sexta-Feira 13. Entretanto, a briga pode estar próxima do fim. Agora, de acordo com Larry Zerner, atual representante legal da propriedade, novas audiências estão marcadas. A informação foi divulgada por meio de sua conta oficial na rede social Twitter. Por meio de uma publicação, ele revelou que as audiências acontecerão no ano que vem.

“O Tribunal de Apelações da 2ª Corte propôs novas audiências para 10 de fevereiro de 2020, o que significa que pode haver uma decisão até junho de 2020”, disse Larry Zerner sobre o impasse envolvendo a franquia. Vale lembrar que o diretor Sean S. Cunningham e o roteirista Victor Miller, que trabalharam juntos na produção do primeiro longa da saga homônima, lançada em 1980, brigam há anos pelo controle de tudo o que envolve a franquia.

Além disso, recentemente, como destaca o site de notícias de entretenimento CinePOP, Larry Zerner havia afirmado que os direitos foram concedidos, pelo tribunal, para o roteirista Victor Miller. Entretanto, Cunningham apelou da decisão tomada pelo tribunal. “Todo mundo está tentando resolver as pequenas coisas. Quem consegue o quê? Quem tem que dar o que a quem. Então, para mim, é um pesadelo”, disse Miller, em conversa em um canal do YouTube.

E completou: “E você não pode dizer: ‘Bem, vou receber metade do dinheiro e você recebe metade do dinheiro’. Não é assim que funciona. Eu não posso ser mais específico do que isso”. Agora, resta aguardar para que a decisão seja a melhor possível e a franquia possa voltar a ter novos filmes produzidos. Para quem não se lembra, o último filme da saga foi levado aos cinemas no ano de 2009.

Na ocasião, o ator Jared Padalecki, nome da série Supernatural, da emissora norte-americana The CW Television Network, deu vida ao papel principal. Ele interpretou o personagem Clay Miller na atração, que foi dirigida pelo cineasta Marcus Nispel.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui