Jurassic World: Bryce Dallas Howard surge cheia de hematomas e CHOCA

Owen (Chris Pratt) e Claire (Bryce Dallas Howard) em Jurassic World (Divulgação/ Universal Pictures)

Bryce Dallas Howard está feliz da vida por poder voltar a filmar Jurassic World: Dominion depois que as filmagens foram completamente paralisadas em março por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus. O longa foi o primeiro a ter seus trabalhos autorizados a continuar no Reino Unido após medidas severas para permitir que isso acontecesse.

Desafiada pelo colega, o ator Chris Pratt, Howard resolveu mostrar a seus fãs através das redes sociais, os hematomas e machucados que tem colecionado nesse retorno em frente às câmeras, por causa das piruetas que a personagem Claire precisa dar na nova história dos dinossauros.

“Levante as mãos se estiver feliz por fazer acrobacias de novo!”, escreveu ela na legenda das imagens que mostram seus braços arroxeados. Dominion está sendo gravado no Pinewood Studios, e surgiram boatos na última semana de que ela seria interrompida novamente depois que uma pessoa da equipe teria sido infectada com o vírus mortal.

A Universal Pictures, responsável pelo longa, entrou no jogo e avisou em comunicado feito por um porta-voz que as filmagens não iriam ser paralisadas, porém não confirmou se alguém da equipe realmente tinha ficado doente. “Quaisquer relatórios indicando que Jurassic World: Dominion interrompeu a produção são categoricamente falsos”.

Os detalhes da trama continuam em segredo, mas Colin Trevorrow está voltando para dirigir o roteiro que co-escreveu com Emily Carmichael. No último filme da franquia, Jurassic World: Reino Ameaçado, uma garotinha decidiu deixar todos os dinossauros escaparem mundo afora, então o próximo filme deve lidar com as consequências de ter os animais verozes nas cidades grandes, sobretudo explorando a co-existência (ou não) com humanos. O filme contará com o retorno das estrelas originais de Jurassic Park, Sam Neill, Laura Dern e Jeff Goldblum e sua está programada para junho de 2021.