Canal de TV corta laços com apresentador após denúncia de violência doméstica

Chad Barrett (Reprodução)

Um chef que participou de dois episódios do programa da Food Network, Guy’s Grocery Games, organizado por Guy Fieri, foi excluído de outras aparições no canal de TV, que é voltado exclusivamente para culinária, após ser denunciado por violência doméstica.

Chad Barrett apareceu no programa de Fieri em 2017 e 2019 e também participou de um festival afiliado à Food Network em Nova York, mas agora ele seguirá vetado de novas participações, de acordo com um comunicado da rede.

A ação ocorre porque Barrett está sendo acusado por sete mulheres nas redes sociais de violência contra elas enquanto aguarda julgamento por outras acusações de abuso doméstico. Ele também foi demitido de seu emprego como chef executivo do Feast, um novo restaurante em Chesterfield, Michigan.

“Quando lemos os noticiários locais sobre as alegações atuais contra esse participante, selecionamos os dois episódios que ele apareceu, para que não sejam programados para futuras reprises”, disse um porta-voz da Food Network à Detroit Free Press.

O festival de comida que ele havia participado também divulgou um comunicado que dizia o seguinte: “Uma mulher chamou a atenção deste artigo outro dia e, desde então, removemos Chad Barrett de nosso site. Ele participou do festival em 2019, mas não participará de eventos futuros”, disse Alexandra Stylianos, diretora de operações do Food Network & Cooking Channel Wine & Food Festival de Nova York.

Barrett foi denunciado por novas alegações no início de junho deste ano, enquanto aguardava julgamento por acusações de abuso doméstico movidas por sua ex-esposa Kari Barret. Uma amiga de sua ex-esposa postou um aviso sobre o chef de 32 anos no grupo de Detroit Area Chefs no Facebook. Após isso, no mesmo grupo, outras mulheres alegaram terem sido abusadas por ele.

A ex-noiva dele, Sarah Natushko, que o conheceu ao trabalhar como garçonete num restaurante em que ele era chef, também entrou com uma queixa contra ele. “Nosso relacionamento foi um turbilhão. Ele percebeu minhas fraquezas e me atacou. Eu percebi que aquilo não ia parar. Ele ameaçava machucar minha família e até meu cachorro”, disse ela ao jornal The Detroit News.