Canal decide o futuro de Penny Dreadful: City of Angels após repercussão da primeira temporada

Penny Dreadful: City of Angels (Imagem: Divulgação)

A Showtime anunciou no último fim de semana que iria cancelar a série Penny Dreadful: City of Angels após apenas uma temporada. O spin-off do popular drama de terror britânico, criado e escrito por John Logan, estrelado por Natalie Dormer, Daniel Zovatto e Nathan Lane é uma continuação da mitologia original, mas com uma temporalidade diferente: se passava em Los Angeles dos anos 1930. Embora a crítica especializada tenha gostado do programa, os fãs não foram muito com a cara dele, inclusive sua estreia no meio da pandemia o prejudicou consideravelmente.

É possível ver em sites brasileiros voltados para comentar séries, como o Banco de Séries, comentários negativos sobre o programa, além de comparações dele com o original. Em uma declaração dada à Variety, o canal Showtime anunciou o cancelamento da série e expressou sua gratidão à equipe de criação. “Gostaríamos de agradecer aos produtores executivos John Logan, Michael Aguilar e todo o elenco e equipe por seu excelente trabalho neste projeto.” A primeira temporada foi ao ar no final de junho, mas amargou uma baixa audiência.

Penny Dreadful: City of Angels foi um dos inúmeros dramas recentes de grande orçamento que tentou acertar uma peça de época que espelha questões modernas, particularmente no gênero de terror. O tratamento das tensões raciais e uma subtrama da conspiração nazista costumavam ser o foco da crítica do programa. No centro da história estava uma família de latinos moradores de Los Angeles que lutavam pelo direito de morar no local, enquanto políticos da região tentavam construir uma avenida por cima das casas de imigrantes latinos, ao mesmo tempo em que um demônio guiava os passos dos políticos, e provocava uma série de assassinatos para que os Hermanos fossem declarados culpados, fazendo com que a população branca do local se virasse contra a população latina.

ankara escort