Carnival Row tem sua produção paralisada por causa do novo coronavirus

Orlando Bloom
Orlando Bloom (Divulgação)

Dentre as muitas apostas da Amazon para seu serviço de vídeos está a série Carnival Row, estrelada por Cara Delevigne e Orlando Bloom, e o ator revelou que assim como outras produções, o programa teve seus trabalhos interrompidos em Praga, na República Tcheca como medida de precaução devido à pandemia envolvendo o novo coronavírus.

“É um adeus para nós, pois estamos indo para casa em quarentena”, disse Bloom, cercado por seus colegas de elenco em um vídeo postado no Instagram no set de gravações em Praga. “Estamos voltando para casa nos Estados Unidos, pelo menos estou voltando para casa porque queremos entrar antes da quarentena”, explicou, referindo-se ao anúncio do presidente Trump na quarta-feira de uma proibição de viagens que abrange a maior parte da Europa devido a COVID-19.

“Grande amor a todos, fique seguro lá fora. Auto-quarentena. Parece realmente loucura, na verdade, toda essa coisa corona, mas faça a coisa certa por você e sua família e fique em segurança”, ele aconselhou, e terminou dizendo: “Algumas semanas, venceremos esse garoto mau”.

Carnival Row se passa em um mundo de fantasia na era vitoriana, com criaturas mitológicas imigrantes de outros locais invadidos pelos impérios humanos. Bloom interpreta o detetive Rycroft Philostrate, e Delevigne é a fada refugiada Vignette. Ambos os atores também participam da produção executiva da série.

“Acho que é mais fácil para as pessoas verem algo assim, é uma maneira mais simples de digerir o que acontece no mundo”, disse a atriz no ano passado sobre a história ser repleta de acontecimentos que são metáforas para situações que acontecem no mundo real. “Somos diferentes, mas não diferentes o suficiente para nos odiarmos. Ninguém deveria odiar alguém. Nos fazem acreditar que coisas diferentes são perigosas, e isso é triste”, completou ela, que acredita que a segunda temporada pode avançar muito mais no debate sobre a migração.