CEO da Disney bate o pé e toma atitude sobre Viúva Negra e outros filmes

Samuel L. Jackson e Scarlett Johansson; O ator revelou que a Viúva Negra é sua personagem preferida dos Vingadores (Imagem: Divulgação)

A Disney revelou que está mais comprometida do que nunca com o cinema, parte de sua grande fonte de renda, do que propriamente com seu serviço de streaming que já conta com 54 milhões de assinantes, tanto que o CEO Bob Chapek, afirmou que não abre mão de lançar Viúva Negra, da Marvel Studios e outros longas nas telonas.

“O cinema alimenta todas as empresas da Disney, desde produtos de consumo a parques temáticos, e até mesmo o Disney Plus. Então, realmente achamos que essa é a maneira inteligente de lançar nossos grandes filmes”, disse ele em uma entrevista a CNBC nesta segunda-feira, 11 de maio.

Ele havia dito anteriormente que passaria a usar mais o serviço de streaming da empresa, que quer chegar aos 200 milhões de assinantes até 2025, para lançamento de filmes com grande potencial, mas amenizou o discurso ressaltando que o cinema ainda é o melhor caminho: “Acho que o que a situação com a COVID nos ensinou é que você precisa permanecer flexível, precisa permanecer ágil e permaneceremos ágeis. Mas nós acreditamos muito mais na experiência de ir ao cinema. Com o luxo de ter o Disney Plus e o enorme sucesso que ele teve com 54 milhões e meio de famílias em todo o mundo, acreditamos que essa ainda também seja uma maneira viável para alguns filmes”.

Bob Chapek, assumiu o cargo de CEO da Disney no lugar de Bob Iger, que no início da pandemia, chegou a falar sobre a situação dos lançamentos com um discurso semelhante. “Em termos de filmes posteriores a Artemis, pode haver outros que vamos acabar colocando diretamente na Disney Plus, mas na maioria dos filmes grandes da Disney, simplesmente vamos esperar para lançar de forma adequada. Em alguns casos, já anunciamos novas datas no calendário”, falou ele.

 

Comentários