Charlize Theron abre o jogo e diz se recebeu convite para fazer um filme da Marvel

Charlize Theron (Imagem: Divulgação)

Charlize Theron se reinventou em Hollywood dentro do gênero de ação. Conhecida pelos dramas e comédias românticas que estrelou, seu nome passou a estar na mira dos estúdios, diretores e roteiristas de ação desde que Mad Max: Estrada da Fúria sepultou o malfadado “Æon Flux”, de 2005. Aos 44 anos, a atriz não esconde a vontade de mergulhar no gênero e, quem sabe, vestir a capa de alguma heroína da Marvel.

Recentemente, o nome da estrela esteve entre os mais cogitados para vestir os trajes da Capitã Marvel, papel que foi assumido por Brie Larson, mas de acordo com ela o convite nunca veio. “Eu juro por Deus. Eu nunca fui chamada. Não, eu não estou mentindo”, disse a atriz em entrevista a Variety. “Mas está tudo bem, quer saber? Estou fazendo meu próprio caminho, criando minhas próprias oportunidades. Então está tudo bem”,  garantiu.

Um desses caminhos terminou em The Old Guard seu novo filme de ação, dirigido por Gina Prince-Bythewood, e que estreou mundialmente na Netflix nesta sexta-feira (10). O filme é outro fruto da carreira paralela de Theron como produtora; ela esteve envolvida na produção de seus últimos oito filmes.

Em entrevista recente ao The Hollywood Reporter, Charlize Theron comentou sobre o fato de não ter sido escalada para interpretar Furiosa, no novo filme que vai contar as origens da personagem, criada por George Miller. “Está difícil de engolir. É de partir o coração, com certeza. Eu amo muito essa personagem, e sou muito grata por ter participado de sua criação”, lamentou ela.

“Ela sempre vai ser alguém em quem eu vou pensar com carinho. Obviamente, adoraria ver a continuação dessa história, e se [George Miller] acha que esse é o jeito, então confio nele”, acrescentou.

Apesar de não concordar em ser retirada da produção, Charlize garantiu que não guarda mágoas de Miller por tê-la retirado do projeto. “Ele é um mestre, e lhe desejo tudo de melhor”, afirmou.