Chefão da Disney diz quais mudanças drásticas empresa pode enfrentar por pandemia

Bob Iger e Bob Chapek, na troca de CEO da Disney
Bob Iger e Bob Chapek, na troca de CEO da Disney (Divulgação)

A pandemia causada pelo coronavírus afetou fortemente a indústria do entretenimento e enquanto os cinemas do mundo inteiro estão fechados, a Walt Disney Company vive seu maior desafio, já que um dos motes da empresa é focar em seus lançamentos cinematográficos para alcançar o sucesso financeiro advindo das bilheterias.

O CEO da Disney, Bob Chapek, em conversa com analistas e investidores nesta terça-feira, 05 de maio, explicou que as interrupções no cinema podem fazer com que o estúdio coloque mais filmes inéditos no Disney Plus, seu serviço de streaming ou em serviços de vídeo sob demanda. “Acreditamos muito no valor da experiência nos cinemas em geral para grandes filmes de grande sucesso”, disse Chapek.

“Também percebemos que, seja por causa da mudança e evolução da dinâmica do consumidor ou por causa de certas situações como a COVID, podemos ter que fazer algumas alterações nessa estratégia geral apenas porque os cinemas não estão abertos ou não estão abertos na medida em que alguém precisa ser financeiramente viável”, disparou.

Os comentários do chefe da Disney aparecem quando outros concorrentes, como a Universal, adotaram o VOD estreando filmes como Trolls World Tour que antes iriam para os cinemas. Com os cinemas fechados, a Disney remarcou a maioria de seus principais lançamentos futuros, como Mulan e Viúva Negra. Aconteceu apenas uma exceção: Artemis Fowl, uma adaptação de uma popular série de livros que acabou tendo sua estreia motiva para a Disney Plus. Chapek disse que isso se deve ao apelo demográfico do filme.

“Vamos avaliar cada um de nossos filmes caso a caso”, disse ele, que disse não ter certeza de quando será um bom momento para a retomada da produção de programas de televisão da empresa. “Não temos projeções de exatamente quando podemos fazer isso, mas seremos muito responsáveis ​​em termos de máscaras e do mesmo tipo de procedimentos que esperamos implementar em nossos parques”, disse Chapek.